Moderna afirma que dose de reforço de sua vacina é eficaz contra a ômicron

A 1ª linha de defesa contra a variante será uma dose de reforço da vacina atual, mas desenvolverá um imunizante específico para combater a ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em testes de laboratório, a dose de reforço da vacina da Moderna foi eficaz contra a ômicron (banco de imagens)

A farmacêutica dos EUA, Moderna, diz que uma dose de reforço de sua vacina contra coronavírus parece ser altamente eficaz contra a variante ômicron em testes de laboratório.

Publicidade

As descobertas preliminares, divulgadas pela companhia na segunda-feira (20), mostram que as pessoas que tomaram duas doses da vacina tiveram baixos níveis de anticorpos neutralizantes contra a ômicron.

A dosagem autorizada de 50 microgramas de sua vacina adicional aumentou os níveis de anticorpos neutralizantes contra a cepa cerca de 37 vezes em relação aos níveis pré-reforço.

Os níveis de anticorpos foram aproximadamente 83 vezes maiores do que os níveis pré-reforço quando a dosagem adicional foi de 100 microgramas, que é a mesma de cada uma das duas primeiras doses.

A Moderna diz que a primeira linha de defesa contra a ômicron será uma dose de reforço da vacina atualmente em uso.

A companhia, entretanto, disse que continuará a desenvolver um imunizante específico para a cepa ômicron.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mais 17 novos casos de ômicron no Japão

Publicado em 21 de dezembro de 2021, em Sociedade

Desse total, 14 são passageiros que vieram de diversos países. Os 3 demais foram confirmados em Gunma, Tóquio e Okinawa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (Pixabay)

O MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão informou, na segunda-feira (20), que foram confirmados mais 17 novos casos de infecção pelo coronavírus com a variante ômicron.

Publicidade

Desses, 14 são passageiros que desembarcaram nos aeroportos de Haneda, Narita e Kansai (KIX), de faixa etária entre menos de 10 e 60 anos, no período de 12 a 16 deste mês.

Eles vieram dos Estados Unidos, Inglaterra, Congo, Sudão e outros países. Das 14 pessoas, 12 são assintomáticas. Duas crianças não foram vacinadas e 12 receberam as duas doses

Outros 3 casos confirmados na segunda-feira são de um residente na província de Gunma, o qual veio da Quênia, e teve contato próximo com 5 pessoas. Todos estão em um hotel para a quarentena. 

Outro veio de um país do leste da África e reside em Tóquio. Na capital do país, este é o quarto caso. E o outro foi confirmado em Okinawa, de um japonês que trabalha na base americana chamada Camp Hansen.

Fontes: FNN, JNN e ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância