Nissan e Mitsubishi suspendem produção de veículos leves

As duas montadoras descobriram problemas em potencial com airbags instalados em vários modelos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ambas as montadoras suspenderam a produção, envio e vendas de 3 modelos de veículos leves desde dezembro (banco de imagens)

A Nissan e a Mitsubishi disseram na sexta-feira (24) que haviam suspendido a produção e envio de alguns de seus veículos leves (kei jidosha) desde o início do mês após descobrirem problemas em potencial com airbags instalados em vários modelos.

Publicidade

A montadora Nissan disse que testes de colisão conduzidos em seu modelos Roox mostraram que os airbags podem não funcionar de forma apropriada sob certas condições.

A Mitsubishi disse em uma declaração separada que problemas similares foram encontrados em seus modelos eK space e eK X space.

As montadoras disseram que haviam suspendido a produção, envio e vendas dos três modelos de veículos leves desde dezembro para investigar o problema, sem revelar o cronograma para uma retomada.

Os três modelos foram produzidos sob um empreendimento conjunto entre as duas companhias. Os modelos foram desenvolvidos pela Nissan e produzidos na fábrica da Mitsubishi na província de Okayama.

Fonte: News and Culture

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão aprova primeiro medicamento oral contra coronavírus

Publicado em 25 de dezembro de 2021, em Sociedade

O medicamento molnupiravir da farmacêutica Merck evita que o coronavírus se multiplique no corpo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa (PM)

O Ministério da Saúde do Japão aprovou na sexta-feira (24) um medicamento oral contra Covid-19 desenvolvido pela farmacêutica dos EUA Merck & Co., tornando-o a primeira pílula do tipo a ser usada no país.

Publicidade

O molnupiravir, que evita que o coronavírus se multiplique no corpo, recebeu aprovação sob um processo rápido após a MSD K.K., a filial japonesa da Merck, ter solicitado no início de dezembro para produzir e vender o medicamento no Japão.

A subsidiária japonesa disse que o molnupiravir provavelmente também é eficaz contra a variante ômicron do vírus. Pacientes com idade igual ou superior a 18 anos com sintomas leves poderão tomar a pílula duas vezes por dia por cinco dias.

Nos EUA, a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA – FDA garantiu autorização de uso de emergência para a pílula na quinta-feira (23), mas enfatizou que ela deve ser administrada apenas quando outros tratamentos autorizados para Covid-19 estão inacessíveis ou clinicamente inapropriados.

Fonte: News and Culture

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância