OMS desaconselha uso de plasma sanguíneo para tratamento da Covid-19

Evidência baseada em testes mostra que o plasma não melhora as taxas de sobrevivência nem reduz a necessidade de ventilação mecânica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

A Organização Mundial da Saúde – OMS desaconselhou o uso de plasma sanguíneo para tratamento de pacientes de Covid-19 de pessoas que se recuperaram do vírus.

Publicidade

Uma declaração da OMS na terça-feira (7) diz que evidência baseada em ensaios clínicos envolvendo 16.236 pacientes de Covid-19 mostra que o plasma não melhora as taxas de sobrevivência nem reduz a necessidade de ventilação mecânica.

O órgão também cita que o tratamento é caro e demorado.

Vários países conduziram pesquisa sobre o tratamento. Os EUA aprovaram o plasma para uso de emergência em agosto de 2020.

A OMS recomendou o uso de um coquetel de anticorpos para tratar casos não graves de coronavírus.

Para pacientes com sintomas graves, a OMS recomenda o uso de esteroides, incluindo o dexametasona, e medicamentos para artrite reumatoide como o Actemra.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Terça-feira: 116 testam positivo

Publicado em 8 de dezembro de 2021, em Sociedade

O resultado do dia foi zero em 26 províncias, mas em Gunma houve aumento no cluster da fábrica em Ota.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

Em 21 das 47 províncias foram confirmados 116 testados positivo para o novo coronavírus, incluindo os 12 dos aeroportos, na terça-feira (7).

Publicidade

Foram 19 em Tóquio, 9 em Kanagawa, 8 em Gunma, 6 em Chiba, 5 em Tochigi, 4 em Saitama e 1 em Ibaraki. 

O cluster na fábrica de Ota (Gunma) aumentou pois na terça-feira foram confirmados mais 2 casos, somando 44 trabalhadores infectados.

Foram 15 em Osaka, 3 em Hyogo, 1 em Quioto, em Nagano, e em Fukuoka, 3 em Okinawa e zero em Fukui, Ishikawa, Shiga, Hiroshima e Shimane.

Na região Tokai foram 4 em Shizuoka e 11 em Aichi, sendo 5 em Kariya e 3 em Nagoia. Gifu não apresenta nenhum caso pelo quarto dia consecutivo, enquanto Mie por 2 dias consecutivos.

O dia teve 2 óbitos, sendo um em Saitama e outro em Hyogo.

São 147 pacientes em tratamento, dos quais 28 estão em estado grave.

Em contrapartida, são 1.708.481 pessoas recuperadas.

No domingo (5) foram realizados 8.863 testes PCR.

Dados por província, de terça-feira (NHK)

Fontes: News Digest, Nagoya TV, Gunma TV e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância