Pesquisa no Japão mostra que banho em águas termais reduz risco de algumas doenças

De acordo o grupo de pesquisa da Universidade de Kyushu e o governo de Beppu, banhos em onsen ‘têm o efeito de reduzir riscos de doenças específicas’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mulher em onsen de cidade em Oita (banco de imagens)

Banhos em águas termais (onsen) “têm o efeito de reduzir riscos de doenças específicas”, de acordo com um relatório provisório sobre estudos experimentais realizados pela Universidade de Kyushu e o governo municipal de Beppu (Oita) e outros, em relação a efeitos sobre imunidade de águas termais baseados em dados de 40 pessoas.

Publicidade

A universidade diz que tem a intenção de coletar dados de um total de 100 pessoas até a primavera de 2022 e publicar suas descobertas em documentos apresentados a jornais acadêmicos internacionais.

Um grupo de pesquisa formado por membros do Instituto Urbano da Universidade de Kyushu e médicos do Hospital de Beppu da Universidade de Kyushu levou sua atenção para a imensa variedade de tipos de bactérias que vivem dentro dos intestinos das pessoas.

Ao utilizar kits de teste que fazem uso de uma base de dados de 18 mil ambientes de bactérias dos intestinos dos japoneses, a equipe teria conseguido aplicar valores numéricos aos riscos de condições desenvolvidas facilmente.

No estudo experimental, para investigar quais tipos de bactérias aumentam e diminuem e de que maneira após a imersão em águas termais, a equipe coletou amostras de urina, sangue e fezes de 40 sujeitos de teste no primeiro dia. Os indivíduos, então, se banharam em onsens específicos diariamente, e após uma semana seus valores foram medidos novamente.

Os resultados mostraram que um grupo de homens que usou onsen simples entre os disponíveis em Beppu viram seus riscos de condições incluindo gota e síndrome do intestino irritável reduzirem em 10% ou mais.

Igualmente, o risco de doenças do fígado também teve queda em 10% ou mais para homens que se banharam em águas termais contendo enxofre. Mulheres que usaram onsen simples reduziram seus riscos de asma e obesidade em 10% ou mais.

Um grupo que se banhou em águas termais contendo carbonato hidrogenado e cloreto também viram seus riscos de uma gama de doenças caírem, mas nenhuma acima de 10%.

“Através de diferenças em tipo de onsen, gênero e duração do banho, conseguimos colocar valores numéricos claros em mudanças de bactérias intestinais específicas tendendo para cima ou para baixo. Se pudermos aumentar nossos dados ao exceder 100 casos, é muito provável que conquistaremos atenção internacional”, disse o professor de engenharia urbana, Shunsuke Managi, que lidera o instituto.

“Se pudermos provar medicamente os efeitos diferentes sobre saúde de cada um dos diferente tipos de onsen na cidade de Beppu, mais pessoas ficarão aqui por períodos extensos”, disse ele.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Homem que foi do Japão para as Filipinas teve confirmação da infecção pela ômicron

Publicado em 17 de dezembro de 2021, em Ásia

Os dois primeiros casos de ômicron nas Filipinas são de filipino e nigeriano.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mapa das Filipinas (Wikimedia)

Na quinta-feira (16) foram confirmados os dois primeiros casos da variante ômicron nas Filipinas.

Publicidade

Segundo informações do Ministério da Saúde das Filipinas, um cidadão do país, 48 anos, que retornou do Japão em 1.º deste mês, testou positivo para o novo coronavírus, com confirmação da variante ômicron.

Ele foi passageiro da Philippine Airlines, do voo que saiu do aeroporto de Narita. Na ocasião da chegada apresentou sintomas de resfriado com tosse. Os locais por onde esteve no Japão ainda não foram confirmados.

O outro caso é de um passageiro de 37 anos, nigeriano, que saiu do seu país e desembarcou em 30 de novembro.

Atualmente, ambos são assintomáticos e estão isolados. O Ministério da Saúde está verificando a condição de todos os passageiros dos mesmos voos.

As medidas de fronteiras nas Filipinas estão rigorosas desde o final de novembro, por temor a essa variante. Estão proibidas as entradas de pessoas da África do Sul e dos países europeus. Os procedentes de outros países devem ficar em quarentena nos hotéis designados.

Fontes: Asahi e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância