Aéreas na Ásia-Pacífico reportam melhoria na demanda de passageiros

Melhoria notável na demanda de passageiros internacionais, visto que alguns governos na região começam a relaxar restrições de fronteira.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Dados preliminares de novembro de 2021 da Associação das Companhias Aéreas da Ásia Pacífico (AAPA) mostram melhoria notável na demanda de passageiros internacionais, visto que alguns governos na região começam a relaxar as rigorosas restrições de fronteira impostas desde o início da pandemia de covid-19.

Publicidade

Os volumes gerais continuam significantemente desfavorecidos, visto que os cerca de 1,6 milhão de passageiros internacionais transportados pelas aéreas da região em novembro foram de apenas 5,2% do mês pré-pandemia correspondente em 2019.

Mensurada em RPK (Passageiros-Quilômetros Pagos Transportados) a demanda de passageiros internacionais teve média de 7,1% dos níveis de 2019, indicando força relativa de mercados de voos de longo curso.

Com os casos de covid-19 se estabilizando em meio a crescentes taxas de vacinação na região, melhorias nas condições de produção e fortes pedidos de exportação de fim de ano resultaram em um outro mês de crescimento robusto nos mercados de carga aérea.

Para as aéreas da região, a demanda internacional de carga, em termos FTK (Tonelada – Quilômetro), cresceu em 16,5% ano a ano em novembro, ficando acima dos volumes registrados nos meses pré-pandemia de 2019.

Fonte: Travel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Vendas de motos no Japão aumentam em meio à pandemia

Publicado em 17 de janeiro de 2022, em Sociedade

Preocupações com a propagação do coronavírus aumentaram a demanda por veículos pessoais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Associação de Fabricantes de Automóveis do Japão diz que 378.720 motos foram vendidas no país no ano passado (NHK)

As vendas de motos no Japão registraram seu primeiro maior aumento anual em 2021. Isso ocorreu porque pessoas buscaram um meio de transporte que evitava multidões em meio à pandemia de coronavírus.

Publicidade

A Associação de Fabricantes de Automóveis do Japão diz que 378.720 motos foram vendidas no país no ano passado, um aumento de 15% de 2020.

Preocupações com a propagação do coronavírus aumentaram a demanda por veículos pessoais.

Uma loja de motos em Tóquio viu suas vendas aumentarem em cerca de 10%.

Funcionários dizem que as pessoas mudaram seu método de ir ao trabalho de transporte público para motos, ou queriam desfrutar de lazer ao ar livre.

O gerente da loja disse que está satisfeito com o fato de motos estarem tendo atenção renovada, mas também tem a preocupação de que não conseguirá oferecer aos clientes o que eles querem.

Ele disse que a escassez no fornecimento de motos é extremamente séria em uma época quando há tantas pessoas que querem comprar uma e que alguns de seus clientes precisam aguardar por meses, ou mesmo um ano até que as motos sejam entregues.

A produção de motos está com dificuldades para manter a demanda desde meados do ano passado, principalmente devido à falta de componentes.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância