Coronavírus em Gunma: elevação do nível de alerta

Com o aumento do número de casos de infecção pelo coronavírus, especialmente atento à ômicron, o governador fez pedidos à população.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Governador mostra a placa do nível de alerta 2 (Jomo Shimbun)

Na terça-feira (11) o governador da província de Gunma, Ichita Yamamoto, informou que eleva o nível de alerta em relação à disseminação da infecção pelo novo coronavírus, especialmente da variante ômicron.

Publicidade

No dia anterior a província teve 85 novos casos, enquanto na terça-feira foi anunciado o total de 92, números não vistos desde o começo de setembro do ano passado.

O alerta da própria província varia de 0 a 5. Até a semana anterior estava estabelecido o nível de atenção 1, mas a partir de quarta-feira (12) será elevado para 2, diante do quadro dos últimos dias. O prazo é até 25 deste mês.

O Aikyo Gunma Project, de desconto em hospedagens e viagens dentro da província, fica suspenso a partir de 19 deste mês.

Yamamoto pediu aos cidadãos de Gunma que tenham cuidado para ir aos locais com alto risco de contágio e evitar deslocamento para outras províncias.

Fontes: Sankei e Jomo Shimbun

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Aeon usará 100% de energia renovável em seus shopping centers no Japão

Publicado em 11 de janeiro de 2022, em Sociedade

O grupo conta por quase 1% do consumo de eletricidade da nação.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Fachada da Aeon em Ginza, Tóquio (banco de imagens)

O Aeon Mall está empenhado em abastecer seus mais de 160 shopping centers no Japão com 100% de energia renovável até o ano fiscal de 2040 ao comprar energia solar e gerar a sua própria.

Publicidade

Essa abordagem é diferente do convencional do Japão para reduzir emissões de dióxido de carbono, que envolve certificados de energia limpa.

A iniciativa do Aeon Mall – que sozinho conta por 0.2% do consumo total de eletricidade do Japão – usando cerca de 2 bilhões quilowatts por hora ao ano – pode encorajar outras companhias no país a acelerarem os esforços de descarbonização.

A empresa mãe, a Aeon, principal grupo varejista do Japão em vendas, conta por cerca de 1% do total do país.

A mudança para energia solar começará em 2022. Junto com painéis solares em seus locais, o Aeon Mall assinará acordos corporativos de compra de energia (PPAs) – contratos de longo termo sob os quais o usuário adquire toda a produção diretamente de uma produtora de energia limpa.

Baterias também serão instaladas para garantir um fluxo estável de energia.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades