Covid-19: França torna obrigatório passaportes de vacina

Resultados de teste negativo não são mais aceitos. Passaportes de vacina são exigidos em restaurantes e bares.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Passaportes de vacina são exigidos em estabelecimentos que servem comida (NHK)

As pessoas França agora precisam apresentar prova de que foram vacinadas contra covid-19 para entrar em bares e restaurantes. Isso se deve à nova lei que entrou em vigor na segunda-feira (24).

Publicidade

Resultados de teste negativo não são mais aceitos. Passaportes de vacina são exigidos em estabelecimentos que servem comida e instalações de entretenimento. Eles também são necessários para transporte inter-regional.

As pessoas podem baixar os passes em seus smartphones e então usar seus códigos QR para entrar nas instalações.

As infecções por covid-19 estão agora em tendência de queda na capital Paris, mas a França tem registrado mais de 300 mil casos diariamente neste mês.

O presidente Emmanuel Macron criticou pessoas não vacinadas. Ele disse que elas estão desenvolvendo casos severos de covid-19 e fazendo com que os hospitais fiquem sobrecarregados.

O governo francês tem a esperança de que a obrigatoriedade do passaporte de vacina leve mais pessoas a se vacinarem.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

EUA colocam 8,5 mil soldados em ‘alerta máximo’ por tensão na Ucrânia

Publicado em 25 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

Temores de uma invasão russa por terra na vizinha Ucrânia surge no continente europeu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Milhares de soldados dos EUA foram colocados de prontidão para serem enviados ao leste da Europa, visto que temores de uma invasão russa por terra na vizinha Ucrânia surge no continente europeu.

Publicidade

A decisão do presidente Joe Biden em alertar as unidades militares na segunda-feira (24) representa uma mudança abrupta na abordagem da crise, visto que as tensões pioram ao longo da fronteira ucraniana.

Em meio aos alertas da inteligência de que uma invasão russa na Ucrânia poderia estar iminente, o presidente dos EUA está agora considerando mover milhares de soldados, navios e aviões para os países Bálticos e Europa Oriental.

O porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse que até 8,5 mil soldados foram colocados sob alerta elevado para mobilização a fim de aumentar as defesas dos aliados da OTAN se a Rússia invadir.

“Nenhuma decisão para enviar foi feita”, disse Kirby. “Acredito que ninguém quer ver uma outra guerra no continente europeu e não há razão para isso acontecer”.

O presidente Vladmir Putin nega que a Rússia tenha qualquer intenção de atacar a Ucrânia, mas deixou claro que considera o suporte militar da OTAN aos países vizinhos uma crescente ameaça.

Fonte: Time

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância