Metade da população da Europa será infectada pela ômicron dentro de semanas

A projeção foi baseada nos 7 milhões de novos casos reportados por toda a Europa na primeira semana de 2022.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O número de infecções pela ômicron mais do que dobrou em um período de duas semanas (ilustrativa/banco de imagens)

A Organização Mundial da Saúde – OMS alertou que metade da Europa estará infectada pela variante ômicron da covid-19 dentro das próximas 6 ou 8 semanas.

Publicidade

Hans Kluge, diretor da OMS, disse que uma “onda de maré do oeste ao leste” da ômicron estava abrangendo toda a região, além do aumento da variante delta.

A projeção foi baseada nos 7 milhões de novos casos reportados por toda a Europa na primeira semana de 2022.

O número de infecções mais do que dobrou em um período de duas semanas.

Kluge citou o Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde de Seattle prevendo que “mais de 50% da população na região será infectada pela ômicron nas próximas 6 ou 8 semanas”.

Estudos recentes sugerem que a ômicron tem menos probabilidade de deixar as pessoas gravemente doentes em comparação a variantes anteriores da covid-19.

Contudo, a ômicron ainda é altamente contagiosa e pode infectar as pessoas mesmo se elas estiverem completamente vacinadas.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mulher processa doador de esperma e rejeita o filho

Publicado em 12 de janeiro de 2022, em Sociedade

Ela buscou por um doador de sêmen nas redes sociais para gerar seu segundo filho. Depois de dar à luz está processando o homem.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa do martelo do juiz (Pixabay)

De acordo com a denúncia, uma empresária de Tóquio, cuja identidade não foi divulgada, na faixa dos 30, encontrou o doador de sêmen que desejava através das redes sociais

Publicidade

Ela teve o primeiro filho com seu marido. Mas, depois descobriram que na genética dele poderia desenvolver uma doença hereditária intratável. Por isso, procurou por um doador de sêmen.

Então, teve relação sexual com o doador escolhido, na faixa dos 20 anos, engravidou e deu à luz ao segundo filho.

Abalada pela mentira rejeitou o filho gerado

Ela acreditou no que o doador contou: nacionalidade japonesa, solteiro e formado pela Universidade de Quioto.

Mas, após a gestação descobriu que ele mentiu. Era chinês, casado e formado em outra universidade.

Imagem ilustrativa de bebê (Pixnio)

Por esse motivo, a mulher entrou com uma ação no mês passado, pedindo ao homem uma indenização de cerca de 330 milhões de ienes, alegando seu sofrimento psicológico.

“A requerente espera que este processo leve a um debate completo sobre a legislação a respeito da doação de esperma”, disse seu advogado.

Soube-se que a mulher entregou seu segundo filho, fruto dessa relação com o doador, a uma instituição de assistência infantil, pelos distúrbios físicos e mentais.

Fonte: NNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância