Pneus ficarão mais caros

As fabricantes já anunciaram o aumento de preços e justificaram o motivo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de um pneu novo (Pixabay)

As maiores fabricantes de pneus anunciaram que irão aumentar os preços devido à elevação crescente dos custos da matéria-prima. 

Publicidade

A Bridgestone informou que depois de 2 anos e 8 meses, os pneus expedidos a partir de abril custarão 7% mais caro para os carros de passeio e motos e 8% para caminhões e ônibus.

A Toyo Tire já aumentou este mês, no máximo 10% dependendo do tipo. A Sumitomo Rubber informou que será a partir do próximo mês, em torno de 9%, enquanto a Yokohama Rubber aumentará em 9% a partir de abril.

Os pneus são feitos de borrachas natural e sintética. Mas, segundo cada empresa, o preço da nafta, que é a matéria-prima da borracha sintética, está subindo devido ao aumento do preço do petróleo bruto.

Além dos pneus, os principais fabricantes de outro segmento também informaram que elevarão os preços do lenço de papel, igualmente por causa dos custos da matéria-prima.

As indústrias de produtos alimentícios também farão reajustes dos preços em março e abril, aumentando o ônus das famílias.  

Fonte: NHK 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Fim da pandemia na Europa é ‘plausível’ após a ômicron, diz OMS

Publicado em 24 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

A OMS alerta que apesar de esperanças de que a ômicron tornará a covid-19 uma doença endêmica mais gerenciável, o patógeno ainda pode sofrer mutação.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A ômicron poderia infectar 60% dos europeus até março (ilustrativa/banco de imagens)

A variante ômicron levou a pandemia de covid-19 para uma nova fase e poderia trazê-la a um fim na Europa, disse o diretor regional da OMS no domingo (23).

Publicidade

“É plausível que a região esteja indo em direção a um tipo de fim de jogo da pandemia”, disse Hans Kluge em uma entrevista à AFP, acrescentando que a ômicron poderia infectar 60% dos europeus até março e pedindo precaução devido à habilidade do vírus em sofrer mutação.

Uma vez que o atual aumento da ômicron, que está varrendo a Europa, diminua, “haverá por algumas semanas e meses uma imunidade global, graças à vacina ou porque as pessoas têm imunidade devido à devido à infecção, e também da diminuição da sazonalidade”.

“Então, antecipamos que haverá um período de calma antes da covid-19 poder voltar com a proximidade do fim do ano, mas não necessariamente a pandemia voltando”, disse Kluge.

A variante ômicron, a qual estudos mostram que ela geralmente levou a uma infecção menos severa do que a delta, pelo menos entre pessoas vacinadas, aumentou as esperanças tão aguardadas de que a covid-19 está começando a mudar de uma pandemia para uma doença endêmica mais gerenciável como influenza sazonal.

Fonte: The Times of Israel

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância