Recém-nascido é encontrado em lata de lixo de banheiro de avião

Uma jovem de 20 anos de Madagascar, suspeita de ter dado à luz no voo da Air Mauritius, foi presa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma aeronave da Air Mauritius (banco de imagens)

Funcionários de um aeroporto nas Ilhas Maurício encontraram um recém-nascido abandonado dentro de uma lata de lixo do banheiro de um avião.

Publicidade

Uma jovem de 20 anos de Madagascar, suspeita de ter dado à luz no voo, foi presa.

O avião da Air Mauritius, que veio de Madagascar, pousou no Aeroporto Internacional Sir Seewoosagur Ramgoolam em 1º de janeiro.

Funcionários do aeroporto fizeram a descoberta quando examinavam o avião para um controle aduaneiro de rotina.

Eles levaram o bebê às pressas a um hospital público para receber tratamento.

A mulher suspeita de ser a mãe da criança, que inicialmente negou que o menino era dela, foi submetida a um exame médico o qual confirmou que ela tinha acabado de dar à luz.

Ela foi colocada sob vigilância da polícia no hospital. Ela e o bebê passam bem.

A mulher de Madagascar, que chegou às Ilhas Maurício com uma permissão de trabalho de 2 anos, será questionada após ela receber alta do hospital e acusada por abandono de recém-nascido.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Segunda-feira: quase 800 testam positivo

Publicado em 4 de janeiro de 2022, em Sociedade

Além do elevado número em Tóquio, Okinawa e Yamaguchi, diversas províncias confirmaram mais casos de ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

Na segunda-feira (3) o Japão teve 782 testados positivo para o novo coronavírus em 39 províncias e recorde de 109 passageiros nos aeroportos.

Publicidade

A província com maior número e infecção explosiva foi Okinawa, com 130 novos casos, seguida de Tóquio com 103, o que não acontecia há 3 meses em ambas as províncias.  

Nas demais da região Kanto foram 34 em Kanagawa, 24 em Chiba, 21 em Saitama, 12 em Gunma e em Tochigi e 2 em Ibaraki.

Foram 79 em Osaka, 22 em Quioto, 17 em Hyogo, 17 em Nara, 10 em Shiga, 6 em Nagano, 10 em Fukuoka e 3 em Shimane

Foram 40 em Hiroshima e 56 em Yamaguchi. Nessa última o número aumentou por causa de um cluster na base americana de Iwakuni, com 44 militares infectados.

Na região Tokai foram 0 em Mie, 5 em Shizuoka, 9 em Gifu e 15 em Aichi.

Houve 1 morte de paciente de Gunma.

São 3.952 pacientes em tratamento, sendo que destes 52 estão em estado grave.

Em contrapartida, 1.712.285 pessoas se recuperaram da covid.

No primeiro dia do ano, sábado, foram realizados 2.262 testes PCR.

Mais casos de ômicron

Em Tóquio foram confirmados 25 casos, 16 em Osaka, 24 em Okinawa, além de 5 em Aichi, 3 em Gifu, 1 em Mie, Saitama e Kanagawa, mais os 2 primeiros em Okayama

A província de Okinawa já soma 84 casos de ômicron, além de números não divulgados pelas bases americanas, cujos clusters já infectaram 832 pessoas desde 15 de dezembro, e onde deve haver testados positivo com essa variante.

Segundo informações do governo, no período de 25 a 30 de dezembro foram confirmados 150 casos de ômicron em passageiros que desembarcaram nos aeroportos do país. Até o final do ano a soma desses casos chegou a 602, todos vindos do exterior.

Dados de segunda-feira (NHK)

Fontes: News Digest, Yomiuri, ANN, Mainichi, FNN, Asahi, Nagoya TV e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância