Em janeiro, 98 mil crianças foram infectadas pela covid-19 no Japão

O número foi o maior total mensal em registro até agora, ultrapassando de longe a alta anterior de 37 mil marcada em agosto de 2021.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Número de crianças infectadas pela covid-19 no Japão foi alto em janeiro deste ano (ilustrativa/banco de imagens)

Um total de 98 mil crianças de jardins de infância, estudantes do primário, ginásio e colegial, além daquelas de escolas especiais no Japão, foram infectadas pelo coronavírus em janeiro, disse o ministério da educação.

Publicidade

O número representou o total mensal mais alto em registro até agora, ultrapassando de longe a alta anterior de cerca de 37 mil marcada em agosto de 2021, quando o país passava ela 5ª onda de infecções.

Do total, 51.535 eram de escolas do primário, 24.091 do colegial, 18.225 do ginásio, 3.576 de jardins de infância e 998 de escolas de ensino especial.

A porcentagem de crianças com rotas de infecção desconhecidas excedeu o daquelas que contraíram o vírus de familiares pela primeira vez para jardins de infância, escolas do primário e ginásio.

Infecção através de membros da família vinha sendo a rota mais comum de infecção pelo vírus para esses grupos.

Fonte: Nippon

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão oferece US$100 milhões em empréstimos à Ucrânia

Publicado em 16 de fevereiro de 2022, em Sociedade

O Japão também disse que planejava tomar medidas apropriadas, incluindo possíveis sanções, se a Rússia invadir a Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida (banco de imagens)

O Japão está pronto para oferecer pelo menos US$100 milhões em empréstimos de emergência para a Ucrânia, disse o primeiro-ministro Fumio Kishida ao presidente ucraniano Volodymyr Zelenzky na terça-feira (15) em um resumo da conversa entre eles por telefone.

Publicidade

A oferta ocorre quando a Rússia acumulou mais de 100 mil soldados perto da fronteira com a Ucrânia, aumentando temores de guerra e lançando sombra sobre a economia ucraniana.

Moscou nega que esteja planejando invadir a Ucrânia, acusando o ocidente de histeria.

Zelensky manifestou gratidão pela oferta, de acordo com o resumo escrito da reunião entre os dois líderes.

Kishida também disse que o Japão planejava tomar medidas apropriadas, incluindo possíveis sanções, se a Rússia invadir a Ucrânia, reiterando o que o seu ministro de relações exteriores, Yoshimasa Hayashi, disse na terça-feira.

Fonte: Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância