Empresa japonesa ajudará a modernizar metrô de Nova Iorque

A companhia japonesa Mitsubishi Electric fornecerá equipamento para atualizações de sinal.

Metrô se aproximando da estação elevaxa do Brooklyn, Nova Iorque (banco de imagens)

A Mitsubishi Electric fornecerá equipamento destinado a substituir dispositivos de sinalização ultrapassados para parte do sistema metroviário da cidade de Nova Iorque, nos EUA.

Publicidade

O contrato da Autoridade Metropolitana de Transporte – MTA do estado será de US$62,65 milhões, anunciou na segunda-feira (21) a empresa japonesa com sede em Tóquio.

Com previsão de início de operação comercial em 2026, o sistema de sinalização atualizado administrará o tráfego de trens no leste da linha de Queens Boulevard.

O metrô da cidade Nova Iorque ainda depende pesadamente de equipamento de sinalização dos anos 1930.

A MTA está substituindo infraestrutura antiga por controle de trem baseado em comunicação.

Essa tecnologia computadorizada emprega comunicação por rádio e possibilita que os trens operem mais estreitamente, reduzindo o tempo entre as chegadas.

Fonte: Asia Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Nevasca na costa do Mar do Japão: queda do telhado do supermercado e passageiros no chão

Publicado em 23 de fevereiro de 2022, em Tempo

Com rajadas de vento fortíssimas e queda intermitente de neve, um pedestre todo agasalhado chega a ser difícil de respirar.

Nevasca fechou aeroporto de Shin-Chitose (UHB)

Uma das piores frentes frias vem causando queda de neve pesada nos últimos dias, inclusive na terça e quarta-feira (23). 

Publicidade

Em Fukui o acúmulo até a manhã de quarta-feira foi de 19cm na cidade homônima, 20cm em Echizen e 1,92m em Ono.

Não foi diferente nas demais províncias da região Hokuriku, ficando em média entre 10 e 50cm nas capitais de Niigata, Ishikawa e Toyama. Nas regiões montanhosas teve locais onde passou de 1 metro de altura como em Joetsu (Niigata), chegando a 1,35m.

Passageiros dormiram no piso do aeroporto e queda de telhado

Boa parte do telhado do supermercado despencou (UHB)

Em Sapporo (Hokkaido) o telhado em forma de arco do supermercado caiu pelo peso do acúmulo de neve. Não teve feridos e com o telhado caído fechou as entradas e o expediente foi suspenso na quarta-feira. 

No Aeroporto Shin-Chitose, em Hokkaido, 650 passageiros tiveram que passar a noite de terça-feira sobre o piso dos corredores e lobby, pois todos os 228 voos foram cancelados por causa da nevasca.

Passageiros dormindo no piso do aeroporto (UHB)

Os caminhões de limpeza não conseguiam remover o acúmulo recorde. Boa parte dos voos foram retomados a partir das 10h de quarta-feira, mas 38 ainda continuaram cancelados.

Em Sapporo a população continuou fazendo o trabalho de remoção da neve acumulada de manhã, em média, de 15 a 20cm. Um entrevistado contou que neste inverno rigoroso, é o 42.º segundo dia dessa atividade cansativa.

Em Hokkaido a queda de neve desta temporada é de 200 a 300% a mais do que a média normal.

Difícil de respirar

Moradores removem a neve acumulada em Sapporo (UHB)

A nevasca em Abashiri, bem no horário de ir para o trabalho, dificultava a visão e também para caminhar. Um pedestre entrevistado disse “é tão forte que fica difícil até para respirar”.  

De acordo com o observatório meteorológico, o pico da forte nevasca já passou, mas a queda de neve nas 24 horas até às 18h deve atingir no máximo 30cm no lado do Mar do Japão, na quarta-feira.

Fontes: Fukui Shimbun, NHK, Hokkaido Shimbun e UHB

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância