Japão anuncia mais sanções contra a Rússia

Japão se junta aos EUA e Europa em colocar pressão sobre Moscou que desafiou pedidos internacionais por diplomacia.

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida (NHK)

O Japão vai impor sanções adicionais contra a Rússia após sua invasão da Ucrânia, disse o primeiro-ministro Fumio Kishida nesta sexta-feira (25), juntando-se aos EUA e Europa em colocar pressão sobre Moscou que desafiou pedidos internacionais por diplomacia.

Publicidade

Falando em uma coletiva de imprensa, Kishida disse que o novo pacote de sanções inclui controles de exportação sobre semicondutores e outros produtos, um congelamento das aplicações mantidas por instituições financeiras russas e uma suspensão da emissão de vistos para certos cidadãos russos e entidades.

O anúncio ocorreu horas após líderes do G7 terem condenado a Rússia e prometido agir com sanções financeiras e econômicas “severas e coordenadas” pelo seu ataque “completamente injustificado”.

Kishida revelou a primeira rodada de sanções contra a Rússia na quarta-feira (23).

Fonte: News and Culture

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Primeira vacina à base de plantas é aprovada no Canadá e poderá chegar ao Japão em setembro

Publicado em 25 de fevereiro de 2022, em Notícias do Mundo

É a primeira vacina anticovid à base de plantas do mundo, desenvolvida e testada por uma empresa de biotecnologia canadense.

Imagem ilustrativa de vacina contra covid-19 (Flickr)

O governo do Canadá aprovou a vacina contra a covid chamada Covifenz, da empresa de biotecnologia Medicago, na sexta-feira (25). É a primeira do mundo produzida à base de plantas, a qual usa partículas bioidênticas ao vírus, da proteína spike SARS-CoV-2.

Publicidade

Como as demais vacinas, essa é aplicada em duas doses, com intervalo de 21 dias, através de injeção intramuscular, na parte superior do braço. Foi aprovada pelo governo canadense, para o público da faixa dos 18 aos 64 anos.

Os ensaios clínicos mostraram que a partir de 1 semana após a segunda dose, a vacina Medicago Covifenz foi 71% eficaz na proteção desse público adulto.

Após a vacina Covifenz as pessoas podem sentir efeitos colaterais passageiros como febre baixa, dor de cabeça, fadiga, dores nas articulações e outros, como as demais vacinas.

Os ensaios clínicos começaram no Japão em outubro do ano passado. A empresa Mitsubishi Tanabe Pharma pretende solicitar a aprovação do governo para introduzi-la até setembro deste ano no país. 

Fontes: NNN e Gov. Canadá

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!