Japonesa é presa por matar filha de 11 meses

Depois de ouvir dezenas de médicos, a polícia concluiu que a morte da bebê não foi por acidente, mas pelo abuso da mãe.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Vacinação em grávidas protege bebês da covid-19, sugere estudo

Publicado em 17 de fevereiro de 2022, em Sociedade

Pesquisadores de hospitais pediátricos e o CDC observaram crianças com menos de 6 meses entre julho de 2021 e janeiro de 2022.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Bebês cujas mães foram vacinadas contra a covid-19 durante a gravidez têm menos probabilidade de serem internados por causa da doença após eles nascerem, sugere um estudo.

Publicidade

As novas descobertas são a primeira evidência de mundo real de que as mulheres grávidas podem não apenas se proteger ao serem vacinadas como também proteger seus recém-nascidos.

Bebês de mães que tomaram duas doses de vacinas da Moderna ou da Pfizer-BioNTech durante a gravidez tiveram risco menor de serem hospitalizados pela covid-19 nos primeiros 6 meses de suas vidas, de acordo com um estudo do Centro de Prevenção e Controle de Doenças – CDC dos EUA.

Pesquisadores de hospitais pediátricos e o CDC observaram crianças com menos de 6 meses entre julho de 2021 e janeiro de 2022.

O estudo analisou dados de 379 bebês hospitalizados – 176 com covid-19 e 203 que estavam internados por outros problemas. Ele descobriu que vacinas contra coronavírus foram 61% eficazes no geral em prevenir hospitalizações em crianças cujas mães foram vacinadas durante a gravidez.

A proteção aumentou para 80% quando as mães foram vacinadas após 21 semanas a 14 dias antes do parto. A eficácia da vacinação caiu para 32% para os bebês cujas mães foram inoculadas logo no início da gravidez.

O estudo não incluiu dados sobre eficácia de vacina de reforço, ou em mães que foram vacinadas antes da gravidez.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância