Preso por ameaça de matar governador de Gunma

Um japonês foi preso por ameaçar tirar a vida do governador. Embora negue, tem um outro caso que pode ter relação com o suspeito.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Toyama tem declínio social causado pela redução de trabalhadores estrangeiros

Publicado em 7 de fevereiro de 2022, em Comunidade

O número de trabalhadores estrangeiros teve queda generalizada, inclusive dos brasileiros.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Província de Toyama, em vermelho (Wikimedia)

Em 2021, Toyama teve o fenômeno chamado de declínio social, com queda da população, impulsionada pela redução dos trabalhadores estrangeiros, por causa da restrição nos aeroportos e a pandemia do coronavírus, o que impulsionou a mudança dos estrangeiros para outras províncias. 

Publicidade

Até 30 de outubro de 2021, a última estatística, são 11.467 trabalhadores estrangeiros na província de Toyama, quando no ano anterior era de 12.027. 

Por país de origem, os vietnamitas aparecem como top no ranking, seguidos pelos chineses e filipinos.

  1. Trabalhadores vietnamitas: 4.032
  2. Trabalhadores chineses: 2.584
  3. Trabalhadores filipinos: 1.566
  4. Trabalhadores brasileiros: 1.243

São apenas 35 trabalhadores peruanos, número inferior aos oriundos do Nepal e Indonésia. 

Houve uma queda geral da mão de obra estrangeira, sendo 11% dos chineses, 10% dos brasileiros, 5% dos vietnamitas e de outros países.

As jurisdições do Departamento de Trabalho, do MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, que mais empregam estrangeiros são de Toyama e Takaoka

As indústrias que mais empregam são as de menor porte, com até 30 trabalhadores, representando 60% do total, seguidas das com 30 a 99 (21%), maioria da manufatura e construção civil.

Fontes: MHLW e Chunichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância