Salários médios dos trabalhadores do Japão na faixa dos 30 anos

Dependendo da atividade e do porte da empresa o salário médio muda e muito. Além disso, as mulheres ainda continuam ganhando menos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de cédulas de ¥10 mil (Flickr)

No Japão a pessoa já sai da faculdade com o emprego certo, pois a fase de entrevistas para assegurar uma vaga começa enquanto é estudante. Por isso, existe um termo, o shakaijin (社会人), o qual tem o significado de que se insere na sociedade como ser corporativo.

Publicidade

Normalmente, a idade média é de 24 anos, podendo ser um pouco antes ou depois, dependendo da formação.

Por isso, com 34 anos, considera-se que já tenha adquirido mais maturidade profissional, mais responsabilidades e com avanços na carreira, ao longo dos dez anos. 

Segundo a Pesquisa Estatística Básica da Estrutura de Salários, do MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, do ano de 2020, a média do salário anual de um trabalhador na faixa dos 30 aos 34 anos é de 4,41 milhões de ienes ou cerca de 367,5 mil ienes mensais. Na verdade, não chega a isso, porque o salário mensal é menor, mas a maioria recebe 2 bônus anuais.

Por sexo, os homens recebem cerca de 4,76 milhões de ienes anuais, enquanto as mulheres bem menos: 3,78 milhões de ienes. Há uma diferença de quase 1 milhão de ienes entre os sexos.

Nas empresas de grande porte, tanto homens quanto mulheres, tendem a ter salários médios anuais mais altos. Mas, lamentavelmente, a diferença continua existindo.

Os setores que melhor remuneram são os da mineração, construção civil, na faixa anual de 6,8 milhões de ienes anuais; professores, empresas fornecedoras de água, eletricidade e gás; instituições financeiras e seguradoras, pesquisa acadêmica e tecnologia; tecnologia da informação, seguidos da indústria de transformação (4,6 milhões de ienes), logística, medicina e bem-estar, entre outros.

Para ver o salário mínimo vigente, por província, toque aqui.

Fonte: MHLW

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Cachoeira de 33 metros de altura no Japão congela completamente pela 1ª vez em 4 anos

Publicado em 14 de fevereiro de 2022, em Sociedade

A Niogataki de 33 metros de altura em Aomori atraiu um grande número de turistas após congelar completamente pela 1ª vez desde 2018.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Niogataki congelou completamene pela 1ª vez em 4 anos (NHK)

A Niogataki, cachoeira de 33 metros de altura que fica no vilarejo de Nishimeya (Aomori) no norte do Japão, atraiu um grande número de turistas após congelar completamente pela 1ª vez em 4 anos.

Publicidade

Até 28 de fevereiro, o governo do vilarejo está iluminando a cachoeira à noite. “Queremos que as pessoas visitem o local, já que o pilar de gelo também pode ser visto por trás”, disse um representante.

A espessura da cachoeira congelada e formato são conhecidos por serem usados para prever a colheita de arroz do ano.

Embora a cachoeira tenha congelado apenas parcialmente nos anos intermediários desde seu último congelamento completo em 2018, o pilar de gelo surgiu desta vez graças aos muitos dias de neve do inverno e temperaturas baixas persistentes.

A cachoeira é iluminada das 16h30 às 22h diariamente.

Para mais informações, toque aqui.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância