Tragédia causada pela chuva no RJ mata 80 pessoas

Bombeiros, moradores e voluntários trabalham no local do deslizamento no Morro da Oficina, após a chuva que castigou Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Até quarta-feira foram confirmados 26 deslizamentos (Agência Brasil)

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, disse na quarta-feira (16) que Petrópolis-RJ teve sua pior chuva desde 1932. Já foram confirmadas 80 mortes, enquanto 21 pessoas foram resgatadas com vida nas áreas atingidas da cidade localizada na região serrana do estado.

Publicidade

“Foram 240 milímetros em duas horas. Foi uma chuva altamente extraordinária”, disse Castro. O volume supera a média histórica atribuída a todo o mês de fevereiro que é, segundo a Defesa Civil municipal, de 238,2 milímetros. 

Bombeiros e voluntários retirando um corpo (Agência Brasil)

Até o momento, há registro de 26 deslizamentos. São 372 pessoas desabrigadas e desalojadas. O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), através do programa de localização e identificação de desaparecidos, já recebeu solicitações para localização de 35 pessoas. 

Em 1988, após dias ininterruptos de chuva, 134 pessoas morreram em deslizamentos de terra, desabamentos ou levadas pelas águas da enchente em Petrópolis. Já em 2011, 918 pessoas perderam a vida em um dos maiores desastres socioambientais do país: o impacto foi maior nas cidades de Nova Friburgo e Teresópolis, mas Petrópolis também foi bastante castigada.

“São muitos pontos destruídos. Muita gente vai perder tudo. Lojas inteiras inundadas praticamente até o teto. Chove muito, coisa que não se vê em Petrópolis há muitos anos”, contou à Agência Brasil o comerciante Vagner Bruno Christ Ferreira.

Bombeiros e voluntários trabalham no resgate (Agência Brasil)

Mais de 500 bombeiros estão atuando nas buscas por desaparecidos e no apoio às vítimas. Diante do grande volume de água, a Defesa Civil municipal acionou na terça-feira (15) o Estágio de Crise. A prefeitura decretou estado de calamidade pública e luto oficial de três dias. 

A orientação das autoridades municipais é para que as pessoas só saiam de casa quando for essencial e que os desabrigados e moradores de áreas de risco procurem os pontos de apoio criados para o acolhimento. Vinte e cinco escolas foram designadas para recebê-los.

Fonte: Agência Brasil

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Homem morre no primeiro ataque fatal de tubarão em Sydney desde 1963

Publicado em 17 de fevereiro de 2022, em Sociedade

Segundo a polícia, restos humanos foram encontrados na água após o ataque de tubarão que ocorreu em Sydney, na Austrália, na quarta-feira (16).

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Serviços de emergência foram chamados para a praia Little Bay (YouTube/ABC News)

Um banhista foi morto após sustentar “ferimentos catastróficos” no primeiro ataque fatal de tubarão em Sydney desde 1963, disseram autoridades australianas.

Publicidade

Serviços de emergência foram chamados para a praia Little Bay perto de Malabar na tarde de quarta-feira (16) onde restos humanos foram encontrados na água, disse a polícia.

Autoridades no estado de Nova Gales do Sul, cuja capital é Sydney, não revelaram o nome da vítima e uma investigação está em curso.

A Little Bay e várias outras praias nas proximidades foram fechadas.

No momento do ataque, por volta das 16h30 (hora local), havia dezenas de pessoas nadando, praticando paddle boarding e pescando nas rochas próximas, de acordo com o site de notícias Sky News Australia.

O último ataque fatal de tubarão em uma praia de Sydney foi em 1963, na Sugarloaf Bay.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância