‘Ameaça nuclear’ é de ‘arrepiar os ossos’, disse secretário da ONU

Ele alertou o mundo em uma coletiva de imprensa, em relação à ‘ameaça nuclear’, a qual poderá causar uma crise mundial de fome.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Secretário-geral da ONU em coletiva de imprensa na segunda-feira (ONU)

António Guterres, secretário-geral da ONU-Organização das Nações Unidas, falou em coletiva de imprensa, em Nova Iorque, EUA, sobre a situação da Ucrânia, observando que o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou que a dissuasão fosse elevada a alertas especiais com as forças nucleares em mente. Clamou pelo cessar-fogo imediato.

Publicidade

 “Aumentar o nível de alerta das forças nucleares russas é um desenvolvimento de arrepiar os ossos” e que a perspectiva de um “conflito nuclear, antes impensável, agora está de volta ao reino das possibilidades“, disse.

“Estamos em contato próximo com países como China, França, Alemanha, Índia, Israel e Turquia para mediar o fim desta guerra. Nunca é tarde para diplomacia e diálogo”, disse sobre a situação. E enfatizou que as Nações Unidas farão tudo o que estiver ao seu alcance para resolver a situação.

“Devemos fazer todo o possível para evitar um furacão de fome e um colapso do sistema alimentar global. Além disso, estamos vendo evidências claras de que essa guerra está drenando recursos e atenção de outros pontos problemáticos em necessidade desesperada”, apontou.

Mais 40 milhões de dólares para Ucrânia

A Ucrânia está sendo “dizimada diante dos olhos do mundo” com a ofensiva militar da Rússia contra civis “atingindo proporções aterrorizantes”, disse o chefe da ONU na segunda-feira.

Anunciou que contribuirá com 40 milhões de dólares adicionais, o equivalente a 4,7 bilhões de ienes como assistência humanitária, do Fundo Central de Resposta de Emergência. O povo ucraniano está com escassez de água, de alimentos e de medicamentos por causa dessa invasão russa.

Fontes: ANN, NHK e ONU

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Homem se algema à porta de loja do McDonald’s na Rússia em protesto contra fechamento

Publicado em 15 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A McDonald’s anunciou o que ela chamou de “fechamento temporário” de todos os 850 restaurantes na Rússia na semana passada.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Fachada de uma loja da McDonald’s na Rússia (ilustrativa/banco de imagens)

Um superfã da rede McDonald’s foi preso e multado em Moscou após se algemar à porta de uma loja da rede McDonald’s para protestar contra seu fechamento em meio à invasão na Ucrânia.

Publicidade

Luka Safronov-Zatravkin, pianista e filho do famoso artista russo Nikas Safronov, disse que era “desumano” por parte do McDonald’s fechar, dizendo à mídia russa: “Era meu meio de vida, era minha liberdade, eles decidiram que poderiam me limitar”.

A rede McDonald’s anunciou o que ela chamou de “fechamento temporário” de todos os 850 restaurantes na semana passada, e enquanto ela não tenha uma data exata para o suspensão das operações, foi amplamente assumido que a ação aconteceria no fim da semana.

O período de fechamento das lojas na Rússia – durante o qual a rede McDonald’s diz que continuará pagando o salário de deus 62 mil funcionários e manterá operações beneficentes- deve custar à companhia cerca de US$50 milhões por mês.

Porém os russos ainda estavam conseguindo comprar em lojas da McDonald’s no país, apesar da rede americana de fast food ter anunciado seus planos para suspender todas as operações na Rússia.

Fãs da rede em Moscou, São Petersburgo, Volgograd, Novosibirsk e Ufa foram vistos fazendo filas enormes na tarde de segunda-feira (14), visto que as lojas da McDonald’s continuaram a operar – quase uma semana após a rede ter dito suspenderia as operações no país.

A McDonald’s abriu sua primeira loja na União Soviética em 1990 na Praça Vermelha em Moscou.

Fonte: Daily Mail

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância