Assessor de Putin renuncia, possivelmente em protesto contra a guerra

Reportagens divulgam que a renúncia de Anatoly Chubais pode ser um protesto contra a invasão da Rússia na Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vladimir Putin com seu representante especial Anatoly Chubais (NHK)

Um representante especial do presidente russo Vladimir Putin renunciou ao cargo.

Publicidade

Reportagens da mídia divulgam que a renúncia de Anatoly Chubais pode ser um protesto contra a invasão da Rússia na Ucrânia.

Chubais foi assessor do ex-presidente Boris Yeltsin nos anos 1990. Ele atuou nos cargos de chefe de funcionários do escritório executivo presidencial e vice-primeiro-ministro e engajado em reformas econômicas.

Sob o poder de Putin, Chubais liderou um negócio estatal. Em 2020, ele foi apontado como um representante presidencial russo especial para relações com organizações internacionais para atingir metas de desenvolvimento sustentável.

Várias agências de notícias, incluindo a Reuters, citaram várias fontes dizendo que Chubais deixou o país devido ao conflito na Ucrânia e que ele não tem intenção de retornar para a Rússia.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, na quarta-feira (23), reconheceu a renúncia de Chubais.

“Chubais renunciou por vontade própria, mas se ele deixou a Rússia ou ficou, isso é um assunto pessoal”, disse o porta-voz.

Acredita-se que Chubais seja o primeiro alto funcionário a renunciar desde o início do ataque russo contra a Ucrânia em 24 de fevereiro.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Cluster de infecção em fábrica de Mie

Publicado em 24 de março de 2022, em Sociedade

O governo reconheceu como o 176.º cluster na província, ocorrido em uma fábrica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (Flickr)

Na quarta-feira (23) foram 325 testados positivo para o coronavírus na província de Mie, sendo 81 em Yokkaichi, 50 em Suzuka, 31 em Matsusaka, 29 em Tsu, além de outras cidades.

Publicidade

O governo da província analisa que o número dos novos casos de infecção vem diminuindo. Até quarta-feira, a taxa de utilização de leitos é de 26,5%, sendo 7 pacientes em estado grave, e 2.851 estão em tratamento domiciliar

Além disso, 27 pessoas de ambos os sexos, na faixa dos 30 aos 40 anos, testaram positivo no período de 9 a 17 deste mês. O governo o reconheceu como cluster de infecção em uma fábrica da província.

Supõe-se que a causa tenha sido a conversação entre os trabalhadores, durante o transporte de ônibus, sogei em japonês. 

Fontes: Tokai TV e Mie TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância