Cardume impressionante em um canal em Hamamatsu

Milhares de peixes estão nadando a toda pressa em um canal na cidade de Hamamatsu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

À esq, o canal cheio de peixes (Chunichi) e à dir. um close (SUT TV)

Segundo a vizinhança, um cardume generoso começou a aparecer no canal de drenagem de Naka-ku Kamoe, cidade de Hamamatsu (Shizuoka), há cerca de 10 dias. 

Publicidade

De acordo com Junya Otake, vice-diretor do Hamanako Experience Learning Facility Wott, que viu as imagens, trata-se de um cardume de tainhas.

Esse tipo de peixe costuma se reunir nas proximidades do porto e foz dos rios, no período entre o inverno e a primavera, quando a temperatura da água ainda é relativamente fria, explicou. E, é incrível como o cardume é composto de tainhas mais ou menos do mesmo tamanho.

Essas tainhas nadam no canal como se estivessem buscando plâncton ou plantas para se alimentar. 

As tainhas fogem do pato e à dir. um big close nas tainhas que sobem apressadas (Chunichi)

Segundo Otake, é relativamente raro que o cardume chegue a uma área residencial relativamente longe do mar.

De acordo com o Escritório de Manutenção de Engenharia Civil do Sul da cidade, que administra o canal de drenagem de Kamoe, nesse canal só flui a água da chuva, pois as águas residuais domésticas e industriais não são misturadas.

A pessoa responsável disse que “como está conectado ao mar através dos rios Horidome e Shinkawa, pode ser fácil para as tainhas escalarem”. 

Fontes: Chunichi e SUT TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mais de 1 milhão de crianças já fugiram da Ucrânia com suas famílias em busca de segurança

Publicado em 11 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A situação da população da Ucrânia é desoladora. Segundo a UNICEF mais de 1 milhão de crianças já fugiram do país.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Famílias embarcando em ônibus para seguir até a fronteira e buscar refúgio (Ukrinform)

A declaração relevante foi feita pelo Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), de que mais de 1 milhão de crianças acompanhadas de seus familiares fugiram da Ucrânia.

Publicidade

“O número de crianças em movimento é impressionante, uma indicação de quão desesperadora é a situação para crianças e famílias na Ucrânia. As crianças estão deixando tudo o que sabem para trás em busca de segurança. Isso é de partir o coração“, disse o Diretor Regional do UNICEF para Europa e Ásia Central, Afshan Khan.

Ele disse que as equipes do UNICEF vão entregar suprimentos médicos a 22 hospitais em cinco áreas afetadas por conflitos na Ucrânia para beneficiar 20 mil crianças e mães.

Seis caminhões carregados com cerca de 70 toneladas de suprimentos já chegaram à Ucrânia, incluindo equipamentos de proteção individual, kits médicos, cirúrgicos e obstétricos. Suprimentos adicionais estão a caminho de Copenhague e da Turquia e devem chegar nos próximos dias.

Essa situação foi causada pelo ataque da Rússia, desde 24 de fevereiro, com bombardeios nas cidades da Ucrânia, matando civis e militares, explodindo hospitais, escolas, prédios residenciais e tudo o que encontram pela frente. 

As pessoas que não saíram do país estão sendo evacuadas para outras cidades mais seguras. 

Fonte: Ukrinform

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância