Chernobyl em risco de radiação com o blackout

Por causa do corte de energia elétrica não se consegue fazer o resfriamento do combustível nuclear usado e há risco para o meio ambiente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Usina nuclear de Chernobyl na Ucrânia, tomada pelo exército da Rússia (Ukrinform)

A empresa nuclear estatal Energoatom disse que é impossível garantir o resfriamento do combustível nuclear usado usado armazenado na central nuclear de Chernobyl, pois a energia elétrica foi cortada, na noite de quarta-feira (9), horário Tóquio e pouco antes do meio-dia na Ucrânia. 

Publicidade

“A temperatura nas piscinas de retenção aumentará, podendo ocorrer liberação de substâncias radioativas no meio ambiente”, informou a estatal.

A linha de alta tensão de Kiev está atualmente desconectada devido aos danos causados pelos ocupantes da Rússia. 

Segundo a Ukenegro, “por causa das ações militares dos ocupantes da Rússia, a usina nuclear de Chernobyl foi totalmente desconectada da rede elétrica”. Além disso, como os combates continuam, é atualmente impossível realizar obras de reparação e restabelecer o fornecimento de eletricidade, informou.

Como resultado, a usina de Chernobyl e todas as instalações nucleares na Zona de Exclusão estão sem eletricidade.

Ucrânia enfatiza o cessar-fogo

Placas de alerta na Ucrânia (Ukrinform)

O órgão de vigilância nuclear da ONU, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), alertou que a usina – que é o local do pior desastre nuclear do mundo – não está mais transmitindo dados. 

O ministro da Energia da Ucrânia, Herman Galushchenko, expressou esperança de que isso seria um incentivo para tomar decisões difíceis para garantir a segurança da energia nuclear da Ucrânia e, consequentemente, a segurança nuclear da Europa e do mundo.

Ele disse que as autoridades ucranianas não sabem quais são os níveis de radiação na usina, pois não ouviram falar sobre o que está acontecendo lá desde que foi tomada pelas tropas russas.

Segundo Galushchenko, a Ucrânia enfatiza a necessidade de um cessar-fogo imediato e a proibição de que os ocupantes da Rússia se aproximem 30km das usinas nucleares e o apelo da AIEA a OTAN para estabelecer o fechamento do céu sobre a Ucrânia, dada a geografia das usinas nucleares.

O lado ucraniano acredita que a AIEA precisa intensificar as atividades para coordenar a prevenção de atos de terrorismo nuclear na usina nuclear de Chernobyl e em termos de assistência humanitária e psicológica ao seu pessoal.

Fontes: Odessa Journal, Mirror, Twitter e Ukrinform

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Quarta-feira: 63,7 mil testados positivo

Publicado em 9 de março de 2022, em Sociedade

Em relação aos dias anteriores houve aumento, mas comparando com a quarta-feira passada foram 9,2 mil a menos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 63.743 resultados positivo para o novo coronavírus na quarta-feira (9). 

Publicidade

Apesar de ter passado de 10 mil novos casos em Tóquio (10.823), o total foi 1.870 a menos que no mesmo dia da semana anterior. A infecção na faixa etária de 0 a 10 anos foi confirmada em 2.292 crianças.

Osaka também teve redução de cerca de 2 mil em relação à quarta-feira da semana passada, fechando o dia com 7.080 casos. Foram 5.748 em Kanagawa, 4.638 em Aichi, 3.538 em Hyogo, 3.390 em Chiba, 3.582 em Saitama e 2.818 em Fukuoka. 

Shizuoka teve 1.464 novos casos, foram 789 em Shiga, 631 em Mie, 617 em Tochigi, 566 em Gifu, 652 em Gunma, 327 em Fukui e 93 em Shimane.

O total de óbitos no dia foi de 213, sendo 44 em Osaka, 28 em Tóquio, 21 em Aichi, 19 em Kanagawa, 18 em Hyogo, 13 em Chiba, 10 em Fukuoka, 9 em Quioto, 8 em Hokkaido, 7 em Ibaraki, 5 em Hiroshima e em Shizuoka, além de outras províncias.

Estão em tratamento 673.889 pacientes com covid, sendo 1.321 em estado grave.

Em contrapartida, 4.858.520 pessoas se recuperaram.

Foram realizados 169.188 testes PCR na quarta-feira (9).

Veja os dados de testados positivo por província.

REGIÃO PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 1.985
Tohoku Aomori 546
Iwate 299
Miyagi 743
Akita 230
Yamagata 280
Fukushima 562
Kanto Ibaraki 1.221
Tochigi 617
Gunma 652
Saitama 3.582
Chiba 3.390
Tóquio 10.823
Kanagawa 5.748
Hokuriku Niigata 412
Toyama 469
Ishikawa 438
Fukui 327
Koshin Yamanashi 296
Nagano 447
Tokai Gifu 566
Shizuoka 1.464
Aichi 4.638
Mie 631
Kinki Shiga 789
Quioto 1.486
Osaka 7.080
Hyogo 3.538
Nara 1.019
Wakayama 204
Chugoku Tottori 76
Shimane 93
Okayama 682
Hiroshima 813
Yamaguchi 332
Shikoku Tokushima 177
Kagawa 428
Ehime 295
Kochi 216
Kyushu Fukuoka 2.818
Saga 364
Nagasaki 404
Kumamoto 782
Oita 320
Miyazaki 243
Kagoshima 388
Okinawa 783
Aeroportos 47
TOTAL GERAL 63.743
Fontes: News Digest, Gov., ANN e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância