Corajosa invade noticiário da emissora russa com cartaz contra a guerra

Segundo informações da mídia local, a russa trabalhava na emissora estatal e foi presa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem meramente ilustrativa de manifestação contra a guerra da Rússia na Ucrânia (Flickr)

Uma mulher russa invadiu o set de um noticiário noturno no principal canal de tevê estatal da Rússia, o Channel One, na segunda-feira (14), segurando um cartaz que dizia: “Sem guerra. Pare a Guerra. Não acredite na propaganda. Eles mentem para você aqui. Russos contra a guerra”. Ainda gritou: “Pare a guerra, não à guerra”, antes que o câmera a cortasse.

Publicidade

A agência de notícias estatal russa TASS citou como uma fonte policial, informando que a mulher trabalhava para o canal. A TASS e a OVD-Info, um grupo de direitos humanos que acompanha as manifestações e ajuda os manifestantes a encontrar advogados, informaram que a mulher foi detida e levada para uma delegacia de polícia de Moscou.

Estima-se que o número de manifestantes detidos chegue a 15 mil na Rússia, desde 24 de fevereiro, quando começou a invasão na Ucrânia.

Desde o início da guerra, a Rússia reprimiu os meios de comunicação e as redes sociais. Cerca de duas dezenas de organizações de mídia russas independentes foram fechadas pela Força ou optaram por interromper as operações.

As redes sociais Facebook, Twitter e Instagram foram bloqueados no país.

Fontes: ANN e WST

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mais empresas no Japão planejam contratar funcionários regulares no ano fiscal de 2022

Publicado em 15 de março de 2022, em Sociedade

A pesquisa foi realizada entre 14 e 28 de fevereiro. Respostas válidas vieram de 11.562 companhias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

A proporção de companhias no Japão que está planejando contratar funcionários regulares no ano fiscal de 2022 aumentou em 6.9 pontos percentuais em comparação ao ano anterior, para 62.2%, o primeiro aumento em 4 anos, de acordo com um recente relatório de pesquisa da Teikoku Databank.

Publicidade

De tais empresas, 25.5% disseram que planejam aumentar o número de funcionários regulares que elas irão contratar.

A proporção subiu 5.5 pontos e foi quase a mesma do nível do ano fiscal de 2018, disse a companhia de pesquisa de crédito no relatório divulgado na segunda-feira (14).

Acredita-se que a tendência de recuperação esteja refletindo uma propagação relativamente mais lenta de infecções por coronavírus no Japão e as restrições de entrada mais rigorosas no país para estagiários técnicos.

A pesquisa foi realizada entre 14 e 28 de fevereiro. Respostas válidas vieram de 11.562 companhias.

A proporção de companhias que está planejando contratar funcionários não regulares no ano fiscal de 2022, que começa no próximo mês, aumentou 9.5 pontos, para 46.3%.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância