Coreia do Norte lançará satélites para monitorar EUA e aliados

Segundo a Coreia do Norte, os satélites fornecerão informação em tempo real sobre ações militares de seus inimigos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em abril de 2019 (Wikimedia/The Presidential Press and Information Office)

A Coreia do Norte lançará uma série de satélites de reconhecimento para monitorar tropas dos EUA e suas “forças súditas” na Ásia, anunciou Kim Jong-un na quinta-feira (10).

Publicidade

Os satélites fornecerão informação em tempo real sobre ações militares realizadas pelos EUA e seus aliados da Coreia do Sul, Japão e outras nações do Pacífico, disse a mídia estatal norte-coreana KCNA.

Enquanto inspecionava a Administração Nacional de Desenvolvimento Aeroespacial da Coreia do Norte, Kim disse que “muitos” satélites militares de reconhecimento seriam colocados em órbita polar sincronizados com o Sol no período de um plano de 5 anos anunciado no ano passado.

O satélite usaria a mesma tecnologia de míssil balístico dos testes de armas sendo realizados atualmente.

A Coreia do Norte anunciou que conduziu dois testes de sistemas de satélites em 27 de fevereiro e 5 de março, os quais autoridades na Coreia do Sul, Japão e EUA dizem ter envolvido lançamentos de mísseis balísticos.

Kim defendeu o trabalho do satélite não somente para reunir informações, mas proteger a soberania e interesses nacionais da Coreia do Norte, exercendo seus direitos legítimos de autodefesa, e elevando o prestígio nacional, divulgou a KCNA.

Fonte: Daily Mail

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Queijos, chocolates e doces da Meiji têm aumento de preços

Publicado em 11 de março de 2022, em Economia

A fabricante informou que a partir do próximo mês 167 produtos terão os preços reajustados.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Alguns dos produtos da Meiji (ANN)

Outra empresa a anunciar aumento de preços é a tradicional Meiji. Na quinta-feira (10) informou que 167 produtos terão os preços reajustados em até 11%. 

Publicidade

São os queijos, chocolates, curries e guloseimas os alvos, sequencialmente a partir de 1.º de abril e outros em 1.º de maio.

Se gosta daqueles queijos fatiados Tokachi (十勝), usados para sanduíches ou para cobertura da fatia de pão na tostadeira, terá que desembolsar 5,4 a 6,7% a mais para passar no caixa. É o primeiro aumento em 18 anos. Um que atualmente custa ¥360 passará a ¥380, por exemplo.

Gomas, queijo Tokachi e Milk Chocolate (HP)

Em relação aos chocolates, chicletes e gomas de frutas, como o famoso Milk Chocolate e Gummi, o reajuste varia de 3 a 11%.

Já os práticos curries terão aumento de 6,5 a 7,7%.

O motivo é o mesmo de outros fabricantes: aumento dos preços das matérias-primas como farinha de trigo, lácteos, óleos, cacau, açúcares e gorduras, e também das embalagens e logística. 

Fontes: divulgação, ANN e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância