Crueldade russa com as crianças e mães na Ucrânia

Os soldados russos continuam atacando indiscriminadamente hospitais, escolas e abrigos, matando crianças e mães.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Casas destruídas na região de Kiev (PGO)

Segundo informação do Gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia, até quinta-feira (17), foram constatadas mortes de 108 crianças e 120 estão feridas, em consequência dos ataques da Rússia desde 24 de fevereiro.

Publicidade

No entanto, esse número pode ser maior, pois nesse dia, os invasores russos bombardearam um abrigo destinado a mães e crianças na cidade de Sievierodonetsk, região de Luhansk.

Foto da instalação usada como abrigo, destruída (Sergey Gaidai/FB)

A declaração relevante foi feita pelo chefe da administração militar regional da cidade, Sergey Gaidai. Ainda não se sabe o número de vítimas. “Não há mais lugares seguros na região de Luhansk”, declarou Gaidai.

As crianças sofreram mais na região de Kiev, seguida por Kharkiv, Donetsk,  Chernihiv, Mykolaiv, Zhytomyr, Sumy e Kherson. 

Escolas destruídas

Os bombardeios danificaram mais de 411 instituições de ensino, 63 das quais foram completamente destruídas. O maior número de instituições educacionais danificadas foi registrado na região de Donetsk, total de 119, mais 77 em Kharkiv, 30 em Mykolaiv, 28 em Sumy, 35 em Kiev e em outras.

Bombardeio em Kharkiv (PGO/Telegram)

Mais de 11 instituições médicas e três centros de reabilitação foram bombardeados, incluindo centros para crianças com deficiência.

Esses números não são definitivos devido à impossibilidade de inspecionar os locais onde estão ocorrendo hostilidades ativas e nas áreas ocupadas temporariamente.

Bombardeio em Kharkiv (PGO/Telegram)

Fonte: Ukrinform e PGO

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Grupo leva 3 mil bichinhos de pelúcia para crianças refugiadas da Ucrânia

Publicado em 18 de março de 2022, em Sociedade

Cada bichinho de pelúcia tem uma mensagem de suporte de estudantes britânicos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

Um grupo de 4 ingleses iniciou uma jornada para entregar milhares bichinhos de pelúcia, roupas infantis e outros suprimentos – e alguns sorrisos – a crianças refugiadas da Ucrânia.

Os quatro homens caridosos levaram um ônibus com 3 mil bichinhos de pelúcia até a fronteira da Ucrânia, tudo para trazer alegria às crianças que fugiram da guerra de Vladimir Putin.

David Fricker, de 39 anos, de Weston-super-Mafe, na Inglaterra, ficou comovido ao ver crianças chegarem somente carregando itens de necessidade básica enquanto se voluntariava em Budapeste.

O maquinista pegou licença não remunerada do trabalho e lançou o projeto “Teddy Busz” para lembrar aos pequenos “que deixaram tudo para trás que eles não estão sozinhos no mundo”.

Seus amigos, familiares, membros da comunidade local, empresas e escolas se empenharam em doar os brinquedos.

Cada bichinho vem com uma mensagem de suporte escrita pelas crianças locais.

“A coisa que mais me deixou triste na estação de trem foi ver as crianças chegando apenas com uma mochila escolar”, disse David.

“Esperamos alcançar alguma garantia para essas crianças que deixaram tudo para trás, que elas não estão sozinhas no mundo, que as pessoas em todo o mundo estão pensando nelas, e enviando o amor que crianças precisam nesses momentos”, disse ele.

Fonte: Metro UK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância