Dez mil crianças estrangeiras no Japão não estão na escola

Embora tenha havido uma queda de crianças estrangeiras não estudando, o direito delas está sendo violado.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de sala de aula (NHK)

Segundo uma pesquisa do MEXT-Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão, divulgada na sexta-feira (26), há risco de que haja 10.046 crianças estrangeiras não frequentando a escola, seja primária ou ginasial, desde maio do ano passado. 

Publicidade

Na maioria dos casos, o conselho de educação local não conseguiu confirmar a situação da família ou não foi localizada. Embora o número tenha caído pela metade em relação a 2019, o problema da educação das crianças estrangeiras continua.

A educação das crianças de 6 a 15 anos é um dever do Estado e dos pais e um direito delas, segundo a Constituição e a Lei Fundamental da Educação. Mas, às crianças estrangeiras não se aplica a lei. 

No entanto, com base na Carta Internacional de Direitos Humanos, o MEXT vem pedindo a cada conselho de educação que garanta oportunidades de escolarização para os pequenos estrangeiros.

Reforço do aprendizado do idioma japonês e classe especial

De acordo com os números preliminares divulgados, entre as crianças de origem estrangeira ou cujos pais são estrangeiros e que precisam receber reforço do idioma japonês, em classes especiais de apoio das escolas públicas do primário e ginásio de todo o país é cerca de 5,1% do total. Ou seja, 1 em cada 20 alunos.

Por outro lado, 1 a cada 30 crianças estrangeiras que não necessita de reforço do idioma japonês, está em classe de necessidades especiais, seja por ter sido observado atraso no desenvolvimento ou comportamento problemático, devido a algum tipo de obstáculo. 

Fontes: NHK e Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Aqueduto de 168 anos reabrirá para o público pela 1ª vez desde o terremoto de Kumamoto

Publicado em 28 de março de 2022, em Conhecendo o Japão

O aqueduto em Kumamoto está programado para ser aberto ao público pela primeira vez em 2 de abril, pela 1ª vez desde 2016.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Tusujun Brdige fica na província de Kumamoto (tsujunbridge.jp)

A Tsujun Bridge, um aqueduto de pedra na cidade de Yamato está programado para ser aberto ao público pela primeira vez em 2 de abril (sábado) pela 1ª vez desde 2016, quando foi danificado pelo terremoto de Kumamoto.

Publicidade

O topo da Tsujun Bridge, uma importante propriedade cultural designada, havia sido fechado para o público desde a ocorrência do terremoto por razões de segurança. Os visitantes poderão apreciar a vista dinâmica da liberação de água lá de cima novamente.

A ponte foi construída em 1854 para realizar irrigação. O terremoto de 2016 danificou a tubulação de descarga da ponte, causando vazamento e fazendo com que parte da rocha dilatasse. A liberação de água foi retomada em julho de 2020 após trabalho de reparo.

Não há grades na ponte, visto que ela, originalmente, não foi feita para as pessoas atravessarem. Para promover a segurança dos visitantes, o Governo Municipal de Yamato colocará guardas na ponte e desenhará no chão linhas brancas de alerta.

As pessoas que quiserem caminhar pela ponte precisarão solicitar permissão no dia no michi no eki (parada de descanso) que fica perto do local. O valor custa 500 ienes para adultos e 200 ienes para crianças.

A liberação de água ocorre por 15 minutos a partir das 13h em dias irregulares. Para ver o cronograma e outras informações, toque aqui.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência