Dois incêndios na região Tokai, em pontos de espíritos

Considerados locais sobrenaturais onde as pessoas veem espíritos ou fantasmas, ambos sofreram incêndio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio abandonado do então hotel Plumeria em Aichi (CTV)

A polícia informou sobre dois incêndios, em locais distintos, mas ambos considerados points de terror, considerados mal assombrados

Publicidade

Um deles foi por volta das 21h de sábado (19), em um hotel abandonado, anteriormente chamado de Plumeria, em Minamichita (Aichi). 

Os bombeiros trabalharam na extinção do fogo que começou no carpete do 7.º andar, e foi visto por um transeunte, o qual chamou o 119. 

Tanto a polícia como os bombeiros veem o caso como possível incêndio criminoso, já que não foi encontrada a fonte que pudesse ter causado isso. 

Outro em Mie

Ruínas do hotel considerado mal assombrado em Mie (Tokai TV)

Por volta das 5h30 de domingo (20), o 119 recebeu inúmeras chamadas de fogo no prédio abandonado, onde funcionou o hotel Oukaso, até 2018, na cidade de Komono (Mie), onde tem fonte de águas termais chamada Yunoyama Onsen. 

O fogo e fumaça se espalharam por todo o prédio de concreto armado de 7 andares, e levou cerca de 10 horas para ser extinto.

Ninguém ficou ferido pelo fogo, porque não há residentes. Mas, como há possibilidade de incêndio provocado, foi aberta investigação.

Esse também desperta curiosidade das pessoas que acreditam ver espíritos ou fantasmas.

Fontes: Nagoya TV, CTV e Tokai TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Sakura: conheça os diferentes tipos de cerejeiras

Publicado em 21 de março de 2022, em Cultura Japonesa

A mais popular é a variedade esperada para fazer ‘hanami’. Mas há mais de 100. Conheça!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Sakura (Pixabay)

Sabia que há mais de cem variedades de flores de cerejeira no Japão? Poucas delas são silvestres nativas das florestas japonesas, como a Yamazakura. A maioria vêm sendo cultivada pelos humanos ao longo dos séculos para uso decorativo em jardins e parques.

Publicidade

Sem dúvida, a variedade de cerejeira mais popular hoje é a Someiyoshino. Essa é um híbrido das variedades Edo Higan com a Oshima, a qual foi espalhada por todo o arquipélago japonês, exceto em Okinawa. Por isso, tornou-se flor-símbolo do Japão.

E também, por causa dela, o povo faz hanami (花見), o piquenique sob as cerejeiras.

A branca é a variedade Oshima e a rosada é a Edo Higan (Wikimedia)

Número de pétalas

A maioria das cerejeiras silvestres e também as cultivadas tem flores com 5 pétalas. No entanto, algumas espécies têm flores com 10, 20 ou mais pétalas.

Someiyoshino com 5 pétalas (à esq.), Ichiyo tem cerca de 20 pétalas (centro) e à dir. Kikuzakura, com 100 pétalas (Wikimedia)

Cores das flores de sakura

A maioria das variedades produz flores que vão do rosa claro ao branco, mas há algumas cerejeiras com flores rosa escuro, amarela ou verdes. Além disso, a cor de algumas das variedades das flores de sakura podem mudar enquanto elas estão em floração.

Por exemplo, uma flor pode desabrochar na cor branca e mudar para rosa no decorrer de poucos dias.

Shogetsu tem flores brancas (à esq.), Kanzan tem flores pink (centro) e à esq. Ukon tem flores amareladas (Wikimedia)

As folhas novas

No caso de árvores com floração antecipada, as folhas novas só surgem após a plena floração, o que dá às árvores uma aparência atrativa e homogênea.

No caso de floração tardia, as folhas aparecem geralmente antes das flores, dando à árvores uma aparência mais heterogênea. Além disso, a cor das folhas novas difere entre as variedades. Na maioria dos casos, as folhas novas são verdes, castanho-acobreado ou algo entre as duas cores.

Tempo de floração

A maioria das variedades de sakura florescem na primavera. A Yaezakura, cerejeiras com flores de mais de 5 pétalas, por exemplo, são tipicamente as últimas a abrirem suas flores, com períodos de floração cerca de 2 a 4 semanas após a maioria das espécies de 5 pétalas. Algumas variedades extremas florescem no final do outono e durante os meses de inverno.

Forma da árvore

As árvores de cerejeira exibem vários hábitos de crescimento e apresentam diferentes formas: triangular, colunar, em V, chorão, plana, etc.

As variedades mais comuns de sakura 

Someiyoshino

Cultivada durante o período Edo em Tóquio, a Someiyoshino é sem dúvida a cerejeira mais numerosa e popular no Japão.

As árvores dessa variedade dão flores de 5 pétalas na cor rosa bem claro. O contraste dos tufos de sakura com os troncos e galhos escuros, a torna encantadora para o povo japonês.

Somei Yoshino (Wikimedia/Lance Cpl. Benjamin Pryer)


Yamazakura

Essa é a variedade mais comum de cerejeira nativa do Japão, a qual cresce amplamente na natureza, ao contrário das híbridas como a Someiyoshino.

Suas flores são rosa claro e têm 5 pétalas relativamente pequenas. As folhas novas dessa espécie se desenvolvem ao mesmo tempo que as flores, dando à árvore uma aparência um tanto menos intensa que a Someiyoshino.

Yamazakura (Wikimedia/rashiyama)


Shidarezakura

As cerejeiras-chorão têm galhos caídos, como se fossem uma queda de água do chuveiro, e estão entre as mais comuns e admiradas espécies no Japão.

Há dois tipos: árvores que dão flores com 5 pétalas e as com mais de 5. A última é chamada de Yaeshidarezakura e floresce cerca de 1 semana depois da de 5 pétalas.

Cerejeira-chorão (Wikimedia)


Variedades de sakura com floração antecipada

Kanzakura

Essa variedade costuma florescer bem antes da irmã Someiyoshino, tem flores maiores e o tom do rosa é pouco mais acentuado. Não foi muito popularizada, por isso é encontrada em alguns parques do país e em Okinawa, onde não tem Someiyoshino.

Kanzakura (Flickr/na0905)


Kawazuzakura

Ganhou esse nome por ter sido cultivada originalmente na cidade de Kawazu, Península de Izu (Shizuoka). Também é uma das variedades que floresce antes da Someiyoshino.

Kawazuzakura (Wikimedia/Σ64)


Kanhizakura

Essa variedade costuma florescer junto com a Kanzakura, bem antes da irmã popular.

Essa árvore com flores de cerejeira rosa escuro, em formato de sinos, é nativa de Taiwan e Okinawa, onde floresce no início de janeiro a fevereiro.

Em Nagoia (Aichi) tem uma rua com fileiras dessa variedade com a Kanzakura.

Kanhizakura (Wikimedia)


Variedades de sakura com floração tardia 

Ichiyo

Costuma florescer em meados de abril. Sua característica marcante é o número de pétalas: 20. Junto com as flores despontam também as folhas, com um colorido contrastante.

Ichiyo (Wikimedia/Arashiyama)


Ukon

Também costuma florescer em meados de abril. Tem 10 a 20 pétalas com um colorido diferente, com toque amarelado, como as da cúrcuma, por isso o nome (ukon em japonês).

Ukon (Wikimedia)


Kanzan

Essa variedade de sakura também floresce na segunda quinzena de abril.
Dentre as muitas variedades de Yaezakura, a Kanzan é uma das mais comuns. Uma única flor da espécie tem cerca de 30 a 50 pétalas rosas. As folhas novas são castanho-acobreadas.

Kanzan (Wikimedia/Marie-Lan Nguyen)


Fugenzo

De meados ao final de abril se pode ver essa variedade de cerejeira florida. Cada flor tem em média 30 a 40 pétalas, de tom rosa pastel, mas vão mudando de tom, para mais escuro.

Fugenzo (Flickr/T.Kiya)


Shogetsu

Essa, parecida com pequenas rosas, também tem sua beleza, com flores grandes, com 20 a 30 pétalas, encantando os parques, de meados a final de abril.

Shogetsu (Wikimedia/Arashiyama)


Kikuzakura

Essa variedade de cerejeira leva esse nome porque seu número de pétalas remete ao crisântemo (kiku em japonês). Chega a ter mais de 100 pétalas, com uma delicada cor rosa, as quais contrastam com suas folhas verde claro.

Costuma ser apreciada no final da segunda quinzena de abril.

Kikuzakura (Wikimedia/Jovandavid)


Jugatsuzakura

Essa sakura ganhou esse nome porque costuma florescer em outubro (jugatsu em japonês). Mas, também pode ser contemplada na primavera. As flores são pequenas e esparsas, mas oferecem uma surpreendente visão em combinação com as cores de outono ou com a neve.

Jugatsuzakura (Wikimedia/Arashiyama)

Fonte: Japan Guide

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância