‘Esta é a Rússia de Putin’ denuncia político de oposição pela prisão das crianças

As crianças com um pequeno cartaz pela paz e flores nas mãos foram presas junto com os adultos que protestavam pela atitude do líder russo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Reprodução de uma das fotos das crianças presas publicadas por um político de oposição russo

Por causa da invasão russa na Ucrânia, desde 24 de fevereiro, protestos acontecem em quase todos os países do mundo, inclusive na própria Rússia.

Publicidade

Até quarta-feira (2) mais de 7 mil pessoas foram presas, por pedirem paz, na Rússia. 

Segundo o político de oposição, russo Ilya Yashin, 3 crianças, que se acredita serem alunos do ensino fundamental, também foram presas. Fotos delas dentro de um comboio foram publicadas na sua conta no Twitter. Logo em seguida se espalhou pelo mundo, assustando e causando revolta.   

As inocentes crianças, sendo duas meninas, têm em mãos um pequeno cartaz com a frase нет войны (sem guerra), com desenhos de flores e as expressões dos rostos são de tristeza e choro.

Dizem que as três crianças foram pegas quando iam para a embaixada ucraniana para entregar as flores.

Nada fora do comum: apenas crianças com cartaz anti-guerra presas em um comboio. Esta é a Rússia de Putin, pessoal. Você mora aqui”, escreveu.

A professora Alexandra Arkhipova, da Universidade Estatal Russa, publicou um vídeo no Facebook, explicando que 5 crianças de 7 a 11 anos foram detidas. Elas iam colocar flores na embaixada ucraniana e suas mães também foram presas. Assista:

Fontes: Chunichi, Facebook e Twitter

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Suprimentos médicos da OMS para a Ucrânia devem chegar à Polônia

Publicado em 3 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Os envios incluem suprimentos para cuidados de vítimas de trauma e cirurgia de emergência para ajudar mil pacientes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Suprimentos médicos essenciais para a Ucrânia devem chegar à Polônia, enviados pela OMS (banco de imagens)

O envio de 36 toneladas de suprimentos médicos da Organização Mundial da Saúde – OMS essenciais para a Ucrânia deve chegar à Polônia nesta quinta-feira (3).

Publicidade

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, falou em uma coletiva de imprensa na quarta-feira (2) e disse que os envios incluem suprimentos para cuidados de vítimas de trauma e cirurgia de emergência para ajudar mil pacientes, além de outros itens para atender as necessidades de 150 mil indivíduos.

Ele citou que já há escassez aguda de oxigênio de uso médico na Ucrânia e alertou que a situação no país provavelmente impactaria ainda mais seu sistema de saúde.

O representante da OMS na Ucrânia, Jarno Habicht, disse que como a situação evolui, está ficando mais difícil distribuir os itens dentro do país.

Segundo a OMS, novos casos de coronavírus na Ucrânia vêm caindo desde fevereiro.

Contudo, Tedros manifestou preocupação, dizendo, “movimentos em massa de populações provavelmente contribuirão ainda mais para a transmissão da covid-19, aumentando potencialmente a pressão sobre sistemas de saúde de países vizinhos”.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância