Estudantes caem na água e morrem, em Chiba e no Biwako

Os afogamentos aconteceram em locais distintos e dois estudantes morreram.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem de arquivo do Biwako (Kyoto Shimbun)

Nesses dias de temperatura ainda baixa, ocorreram acidentes na água. 

Publicidade

Na quinta-feira (10), foi registrada a morte de um estudante do terceiro ano ginasial, de 15 anos, por afogamento. 

Segundo a polícia, por volta das 16h40 de quarta-feira (9), uma testemunha viu o garoto se afogando e ligou para o 110.

Os bombeiros foram até o Lago Biwa (Biwako), em Oshima-cho, cidade de Nagahama (Shiga), e cerca de 50 minutos depois o estudante foi resgatado de uma profundidade de 3 metros, e encaminhado para o hospital, mas não resistiu. 

O amigo, da mesma idade, mas de outra escola, disse que disputaram quem caía na água primeiro e aconteceu esse acidente.

Morte por afogamento na Baía de Tóquio

Policiais e bombeiros na Baía de Tóquio (FNN)

Na de quinta-feira, 2 estudantes do colegial caíram no mar, e um deles foi confirmado como morto.

A ocorrência foi na costa da Baía de Tóquio em Shiohama, cidade de Ichikawa (Chiba). Nesse caso também uma testemunha ligou para o 119 pedindo socorro para “um está se afundando e outro está se afogando”.

As equipes de resgate encontraram os 2 alunos do segundo ano colegial que caíram no mar, sendo que um estava flutuando a 50 metros e o outro a 25 metros da costa.

Ambos foram levados ao hospital com parada cardiorrespiratória, mas um deles morreu.

Além desses 2 que entraram na água, havia mais 7 adolescentes, de ambos os sexos, os quais acompanharam as buscas. 

Fontes: Kyoto Shimbun e FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão não proibirá importações de petróleo e gás natural da Rússia

Publicado em 11 de março de 2022, em Sociedade

Fumio Kishida disse que o Japão, que depende de importações de combustíveis, não pode se dar ao luxo de impor tais sanções.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, disse que o país não proibirá importações de petróleo russo (banco de imagens)

O Japão não seguirá os EUA em liderar uma proibição nas importações de petróleo bruto e gás natural da Rússia como medida punitiva por sua invasão na Ucrânia, disse o primeiro-ministro Fumio Kishida.

Publicidade

“Um fornecimento estável (de energia) e segurança estão nos interesses nacionais do Japão”, disse Kishida aos repórteres em 9 de março.

Ele indicou que o Japão, pobre em recurso naturais, e que depende de importações de combustíveis, não pode se dar ao luxo de impor tais sanções.

O presidente americano Joe Biden disse que compreende que muitos dos aliados dos EUA não estão em posição de fazer o mesmo”, acrescentou o primeiro-ministro japonês.

“Ele disse que os EUA podem recorrer à medida mesmo se outros países não puderem porque ele é um exportador de energia”.

Kishida também disse que o Japão está trabalhando de perto com os EUA sobre sanções mais duras, acrescentando que seu governo coordenará com o Grupo das Sete Nações Industrializadas – G7 e outros membros da comunidade internacional em responder à crise na Ucrânia com medidas mais severas.

Fonte: Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância