Governo japonês aplica mais sanções contra a Rússia

As sanções financeiras adicionais do Japão contra a Rússia incluem congelamento dos ativos dos oligarcas e proibição da exportação de bens de luxo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Dmitry Peskov, secretário de imprensa do presidente da Rússia, um dos da lista do congelamento (JNN)

Em uma reunião de gabinete na sexta-feira (25), o governo do Japão decidiu proibir a exportação de bens de luxo como forma de fortalecer as sanções contra a Rússia.

Publicidade

Incluiu ainda a ampliação do número de pessoas listadas para o congelamento de seus ativos, os quais são funcionários do alto escalão do governo russo, os silovikis e os membros da oligarquia, donos de estaleiros no mundo todo e de instalações de pesquisa avançada para tecnologia militar. São mais 25 pessoas físicas e 81 grupos de elite.

O escopo das sanções financeiras a Rússia se estende a 101 indivíduos e 130 grupos.

Após a reunião de cúpula do G7-grupo dos 7 países mais industrializados do mundo, realizada na Bélgica, o primeiro-ministro Fumio Kishida disse que  “vamos introduzir essa proibição de exportação no início da próxima semana”.

Além disso, usará um projeto de lei para alterar a legislação para retirar a Rússia do “tratamento para nação favorecida” que garante incentivos comerciais e ativos digitais.

Irá fortalecer ainda mais a eficácia das sanções à Rússia pela invasão à Ucrânia desde 24 de fevereiro.

Fontes: NNN e JNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Passagens para voos domésticos da JAL ficarão mais caras

Publicado em 25 de março de 2022, em Sociedade

A JAL disse que vai aumentar algumas de suas tarifas standard, citando os impactos da pandemia de coronavírus e preços mais altos de petróleo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um avião da JAL no Aeroporto de Narita (banco de imagens)

Viajantes terão que pagar mais por passagens para voos domésticos da Japan Airlines – JAL.

Publicidade

A companhia aérea disse que vai aumentar algumas de suas tarifas standard (padrão), citando os impactos da pandemia de coronavírus e preços mais altos de petróleo.

As novas tarifas entrarão em vigor a partir de 15 de abril. Elas serão os primeiros aumentos em cerca de 8 anos para a companhia, sem incluir aqueles após aumentos do imposto sobre consumo.

A JAL disse que tarifas de passagens standard para adultos com condições de reserva flexível subirão em cerca de 8%. Para viajantes a negócios e crianças o aumento será de aproximadamente 3%.

Os preços para a “Class J” especial subirão em cerca de ¥2 mil. Viajantes da primeira classe pagarão um extra de ¥4 mil.

Funcionários da JAL dizem que uma queda na demanda devido à pandemia e preços mais caros de petróleo bruto estão por trás dos aumentos.

Eles também dizem que as tarifas mais altas oferecerão receitas adicionais para financiar a introdução de aviões comerciais com maior eficiência em combustível.

Uma outra grande companhia aérea, a All Nippon Airways – ANA, deve aumentar os preços de suas passagens com condições de reserva flexíveis. Os aumentos serão de 3% em média e começarão no domingo (27).

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância