Órgão japonês afirma que contágio do coronavírus ocorre de 3 formas

Embora o NIID afirme que a transmissão ocorra de 3 formas, os demais afirmam que são de duas, por aerossóis e por gotículas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrações do coronavírus e do distanciamento social (Pixabay)

O NIID-Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do Japão informou os resultados da última pesquisa sobre como acontecem os contágios do novo coronavírus, o qual afirma que são basicamente de 3 formas, cujo resultado derruba a versão anterior.

Publicidade

Na primavera do ano passado, a OMS-Organização Mundial da Saúde e o CDC-Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA citaram as infecções por aerossóis e por gotículas como as principais vias de transmissão do coronavírus. E também expressaram a opinião de que é improvável que ocorram infecções por contato. Isso significa que é raro que uma pessoa se contagie ao tocar na mesma superfície que uma outra infectada tenha tocado, como encomendas, trincos de portas, entre outras.

No entanto, em um relatório sobre a variante ômicron divulgado em 13 de janeiro deste ano, o NIID explicou que “neste estágio, não há um aumento claro na frequência de suspeitas de infecções por aerossóis. A rota de infecção é principalmente infecção por gotículas, como antes”. Essa afirmação foi contraditória à explicação da OMS e do CDC, por isso foi questionada.

Agora informou que são 3 vias de transmissão

Renovada a pesquisa, em um documento divulgado na segunda-feira (28), o NIID considerou 3 principais vias de infecção: por aerossóis, por gotículas e transmissão por contato. 

“Quando uma pessoa infectada respira, são liberadas partículas, quando fala em voz alta ou canta, a quantidade aumenta. Quanto maior a distância, cerca de 1 a 2 metros ou mais, menor a probabilidade de se infectar“, concluiu.

O professor associado Takeshi Hondo, da Sociedade de Ciência e Tecnologia da Universidade de Tohoku, que compilou o questionário aberto, elogiou o fato de que a infecção por aerossóis foi posicionada como uma das rotas de infecção, mas afirmou claramente que “a infecção por contato é rara no mundo. As medidas se tornam efetivas quando a população é bem informada”. 

O professor Nobuaki Shimizu, do Departamento de Controle de Infecções da Universidade da Província de Aichi também aponta que “é importante transmitir com firmeza que a ventilação é necessária porque o espaço pode está contaminado com aerossóis contendo o coronavírus”.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Ucrânia pede a países que tornem o símbolo ‘Z’ ilegal

Publicado em 30 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Três estados alemães já disseram que qualquer pessoa usando o símbolo para promover a guerra poderia ser punida com até 3 anos de prisão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Camisetas com a letra Z em loja de souvenirs na Rússia (banco de imagens)

A Ucrânia pediu aos países que criminalizassem o uso do símbolo “Z” que mostra suporte à guerra.

Publicidade

Inicialmente usado para marcar tanques russos entrando na Ucrânia, a letra Z – a qual acredita-se que seja para “za pobedu” (para vitória) – foi adotada pelos russos para sinalizar aprovação da invasão.

Três estados alemães – Berlim, Baviera e Baixa Saxônia – já disseram que qualquer pessoa usando o símbolo para promover a guerra poderia ser punida com até 3 anos de prisão.

E o ministério do Interior da Alemanha alertou que aqueles exibindo o símbolo para “apoiar” a invasão poderiam “estar sujeitos a uma ação penal”.

O ministro de Relações Exteriores ucraniano, Dimitry Kuleba, pediu a outros países que seguissem o ato da Alemanha.

“O Z significa crimes de guerra russos, bombardeamento de nossas cidades, milhares de ucranianos assassinados”, tuitou Kuleba. “O suporte público dessa bárbarie deve ser proibido”.

A Lituânia está entre outros países que estão considerando uma proibição do símbolo. Se aprovada, os infratores poderão enfrentar uma multa de até 500 euros.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência