Putin demite 8 generais por ‘ritmo lento de invasão da Ucrânia’

A tomada de decisão deficiente levou a Rússia a sofrer muito mais fatalidades do que ela esperava.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Puitn teria demitido oito generais russos por falhas na invasão da Ucrânia (banco de imagens)

Vladimir Putin demitiu 8 principais generais, furioso com o ritmo lento da invasão na Ucrânia, de acordo com uma reportagem do UK Metro na quinta-feira (10).

Publicidade

Oleksiy Danilov, chefe do conselho de segurança da Ucrânia, disse que 8 comandantes russos foram demitidos desde o início do conflito em meio a perdas pesadas no campo de batalha.

Dizem que Putin também está enfurecido com líderes do Serviço Federal de Segurança – FSB por entregarem a ele informações sugerindo que a Ucrânia era fraca, repleta de grupos neo-nazistas e que desistiria facilmente se atacada.

Philip Ingram, ex-alto funcionário da inteligência britânica, disse ao site The Times que Putin obviamente está “muito furioso” e culpando suas agências de inteligência.

“Ele as culpa por semear conselhos que levaram à desfavorecida tomada de decisão na Ucrânia”, disse ele.

A tomada de decisão deficiente levou a Rússia a sofrer muito mais fatalidades do que ela esperava em seu ataque que agora chega a duas semanas.

Danilov disse que a “desesperada” Moscou agora mudou para uma tática diferente ao trocar a liderança.

A Ucrânia acredita que a Rússia perdeu até 12 mil homens em uma quinzena. A inteligência europeia coloca o número em posição inferior, entre 6.000 e 9.000, e os EUA ainda menos, em até 3.000.

Fonte: Metro UK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Rússia usa funcionários de empresa privada de segurança para bombardear Ucrânia

Publicado em 11 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Segundo relatos de um russo aprisionado, ele é civil, trabalhador de uma empresa de segurança, mas foi enviado para a guerra.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tanque russo destruído pelos militares ucranianos (Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia)

Segundo a mídia local, um russo foi capturado pelos militares ucranianos e, ao ser questionado, disse que é um civil, informou o SBU-Serviço de Segurança da Ucrânia, na quinta-feira (10).

Publicidade

O civil russo admitiu que foi trabalhar em uma empresa de segurança em Rostov, Rússia, por 2 mil dólares mensais. Ou seja, é um segurança de empresa privada e não militar, destacado para entregar carga secreta.  

Confessou que entregou dois caminhões de uso militar, da marca Kamaz, com munições para bombardear as áreas residenciais de Kharkiv, Ucrânia.

“Os militares ucranianos derrotaram completamente um comboio inimigo. O russo capturado teve mais sorte, só foi ferido”, disse o SBU.

“O civil russo percebeu que ninguém iria pagar dinheiro para serem voluntários de bombas suicidas de uma empresa de segurança. Eles foram enviados para a morte”, sublinhou o SBU.

Em 24 de fevereiro, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, iniciou uma invasão em larga escala da Ucrânia. As tropas russas têm bombardeado e destruído infraestruturas importantes, áreas residenciais de cidades e vilas ucranianas usando artilharia, MLRS e mísseis balísticos. Centenas de civis, incluindo 17 crianças, já foram mortas nessa guerra.

Assista ao vídeo que mostra o preso explicando que é um civil enviado para a guerra. Se não entende russo pode configurar a legenda em português. No final o civil capturado diz que “não se deixem enganar por esse bandido, mata civis”, mandando recado para outros como ele.

Fonte: Ukrinform

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância