Starbucks anuncia aumento de preços dos cafés

Os cafés em grãos e bebidas terão novos preços no menu. Mas, os lattes com ‘leite vegetal’ ficarão um pouco mais em conta.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Café em grãos e bebidas do Starbucks (HP)

Pela primeira vez em 16 anos, a rede norte-americana Starbucks irá aumentar os preços dos cafés, tanto os empacotados quanto das bebidas, informou na terça-feira (22).

Publicidade

Segundo a informação, serão revisados os preços dos cafés em grãos, os empacotados, em cerca de 90 a 300 ienes.

Em relação às bebidas, o aumento ficará na faixa de 10 a 55 ienes. Além disso, as lojas de varejo Starbucks Reserve® e Starbucks Reserve® Roastery Tokyo também terão a aplicação dos novos preços.

Por outro lado, os lattes com leite vegetal, como de soja, de amêndoa e de aveia, os preços serão reduzidos.

Esta é a primeira vez desde fevereiro de 2006, que o preço global dos grãos de café foi revisado. O motivo é o crescente aumento da matéria-prima e também os custos de logística. O menu com os novos preços começa em 13 de abril

Em 25 anos de instalação no Japão a rede Starbucks tem mais de 1,7 mil lojas e emprega mais de 40 mil pessoas.

Fonte: release

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Homem que sobreviveu ao Holocausto foi morto pelos russos na Ucrânia

Publicado em 23 de março de 2022, em Notícias do Mundo

O ataque russo que continua desde 24 de fevereiro na Ucrânia, matou o homem que defendia a paz por ter vivenciado a crueldade do nazismo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Boris Romanchenko vivia em Kharkiv, Ucrânia (foto do post do Twitter do Min. Rel. Ext.)

O Ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, lamentou a morte do compatriota Boris Romanchenko, 96 anos, na terça-feira (22).

Publicidade

A fundação que trabalha para contar sobre o Holocausto, contou que esse homem que vivenciou o nazismo e que lutava pela paz, morreu em Kharkiv, onde residia, pelo bombardeio russo em 18 deste mês.

Romanchenko nasceu perto de Sumy, no nordeste da Ucrânia, e foi levado para Dortmund, no oeste da Alemanha, em 1942, pelos nazistas.

Sobreviveu a Hitler, assassinado por Putin

Depois disso, foi enviado para vários campos de concentração, como o de Buchenwald, onde muitos judeus foram mortos durante a Segunda Guerra Mundial, e foi obrigado a trabalhar na produção de mísseis alemães nazistas.

Depois de sobreviver ao Holocausto, Romanchenko esteve envolvido em atividades para transmitir a realidade da perseguição nazista à posteridade por muitos anos.

“…sobreviveu a quatro campos de concentração nazistas: Buchenwald, Peenemünde, Mittelbau-Dora e Bergen-Belsen. Ele viveu sua vida tranquila em Kharkiv até recentemente. Na sexta-feira passada, uma bomba russa atingiu sua casa e o matou. Crime indescritível. Sobreviveu a Hitler, assassinado por Putin”, diz o post de Kuleba.

Fontes: NHK e Twitter

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância