Suzuki construirá nova fábrica de baterias para veículos elétricos na Índia

A montadora japonesa tem a intenção de investir um total de cerca de ¥150 bilhões na nova planta.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Suzuki investe pesado na Índia (banco de imagens)

A Suzuki Motor informou no sábado (19) que construirá uma nova fábrica na Índia para produção de baterias destinadas a veículos elétricos (VEs), com a meta de ter a planta em funcionamento no ano de 2025 ou 2026.

Publicidade

A montadora japonesa tem a intenção de investir um total de cerca de ¥150 bilhões (US$1,26 bilhão) na nova planta, e aumentar a produção de veículos elétricos na Índia.

A Suzuki espera expandir as vendas de VEs na Índia, enquanto o governo promove veículos elétricos como parte de seus esforços de descarbonização.

Planos para a nova fábrica foram oficialmente anunciados em um fórum econômico realizado após uma reunião entre o primeiro-ministro Fumio Kishida e seu homólogo Narendra Modi em Nova Déli no dia 19 de março. No encontro com Modi, Kishida revelou um plano para investir ¥5 trilhões na nação no Sudeste Asiático nos próximos 5 anos.

A fábrica de baterias será estabilizada perto de uma existente da Suzuki no estado de Gurajat, no oeste do país.

Fonte: Asia Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

China registra primeiras mortes por covid-19 desde janeiro de 2021

Publicado em 20 de março de 2022, em Ásia

A China registrou no sábado (19) duas mortes por covid-19, as primeiras desde janeiro do ano passado.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Número de novas infecções tem aumentado acentuadamente no país (ilustrativa/banco de imagens)

A China registrou no sábado (19) duas mortes por covid-19, as primeiras desde janeiro do ano passado, enquanto o número de novas infecções tem aumentado acentuadamente no país.

Publicidade

Os dois idosos, que tinham doenças subjacentes graves, moravam na província de Jilin, no nordeste do país, onde houve a confirmação na sexta-feira (18) de que cerca de 2,2 mil cidadãos estavam infectados pelo coronavírus, disse o governo chinês. Uma pessoa não estava vacinada.

A capital da província, Changchun, foi mais atingida durante o atual aumento e está efetivamente isolada desde o início deste mês. A cidade tem população de aproximadamente 9 milhões de pessoas.

O governo chinês prometeu continuar implementando sua política radical “zero covid”, como a imposição de lockdowns completos em certas cidades e realização de testes em massa do vírus em áreas específicas.

Recentemente, mais de 40 milhões de chineses foram colocados em lockdown face à altamente infecciosa variante ômicron. Na sexta-feira, o número de novas infecções pelo vírus na China continental chegou a 3.870, incluindo casos assintomáticos.

Fonte: News and Culture

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância