Taxa de câmbio do iene cai até 123 após o anúncio da operação limite do Banco do Japão

É a segunda vez este ano que o BOJ implementa essa operação limite.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa (NHK)

Na segunda-feira (28), no mercado de câmbio de Tóquio, a taxa cambial de 1 dólar americano chegou a 123 ienes, por causa do anúncio da implementação da operação limite, chamada de sashine operation, pelo BOJ-Banco do Japão.

Publicidade

Essa operação é introduzida como um novo meio de política monetária na reunião de decisão em setembro de 2016. O BOJ controla o rápido aumento das taxas de juros de curto e longo prazos na operação dos títulos do governo de 10 anos, das instituições financeiras, a um rendimento predeterminado na faixa de 0 a 0,25%. 

O mercado de câmbio de Tóquio abriu com cotação em torno de 122,20 ienes por dólar antes deste anúncio. Mas logo depois, a taxa de câmbio caiu temporariamente para o nível de 123 ienes. Fazia cerca de 6 anos e 3 meses que isso não acontecia.

“Enquanto os EUA estão esclarecendo sua postura de aumento das taxas de juros, o BOJ anunciou essa operação limite para conter o aumento das taxas de juros de longo prazo. O movimento para vender os ienes e  comprar os dólares aumentou”, explicou uma fonte da NHK.

Fontes: NHK e Nomura

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Dez mil crianças estrangeiras no Japão não estão na escola

Publicado em 28 de março de 2022, em Sociedade

Embora tenha havido uma queda de crianças estrangeiras não estudando, o direito delas está sendo violado.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de sala de aula (NHK)

Segundo uma pesquisa do MEXT-Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão, divulgada na sexta-feira (26), há risco de que haja 10.046 crianças estrangeiras não frequentando a escola, seja primária ou ginasial, desde maio do ano passado. 

Publicidade

Na maioria dos casos, o conselho de educação local não conseguiu confirmar a situação da família ou não foi localizada. Embora o número tenha caído pela metade em relação a 2019, o problema da educação das crianças estrangeiras continua.

A educação das crianças de 6 a 15 anos é um dever do Estado e dos pais e um direito delas, segundo a Constituição e a Lei Fundamental da Educação. Mas, às crianças estrangeiras não se aplica a lei. 

No entanto, com base na Carta Internacional de Direitos Humanos, o MEXT vem pedindo a cada conselho de educação que garanta oportunidades de escolarização para os pequenos estrangeiros.

Reforço do aprendizado do idioma japonês e classe especial

De acordo com os números preliminares divulgados, entre as crianças de origem estrangeira ou cujos pais são estrangeiros e que precisam receber reforço do idioma japonês, em classes especiais de apoio das escolas públicas do primário e ginásio de todo o país é cerca de 5,1% do total. Ou seja, 1 em cada 20 alunos.

Por outro lado, 1 a cada 30 crianças estrangeiras que não necessita de reforço do idioma japonês, está em classe de necessidades especiais, seja por ter sido observado atraso no desenvolvimento ou comportamento problemático, devido a algum tipo de obstáculo. 

Fontes: NHK e Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência