Famosa passarela de sakura em Osaka é reaberta

A bela passarela de sakura reabriu nesta quarta-feira (13) após fechamento de 2 anos devido à pandemia de coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A passarela de sakura fica na sede do Japan Mint em Osaka. Foto de 2018 (banco de imagens)

Uma famosa passarela de flores de cerejeira em Osaka que é lar para 138 variedades de sakura e 334 árvores no total, reabriu nesta quarta-feira (13) após fechamento de 2 anos devido à pandemia de coronavírus.

Publicidade

A passarela de mais de 130 anos na sede da Japan Mint na cidade de Osaka ficará aberta até a próxima terça-feira (19), contudo, reservas online são necessárias como medida para prevenir a propagação do vírus.

Cerca de 170 mil pessoas devem visitar a passarela florida neste ano. Antes da pandemia em 2019, o evento chegava a atrair cerca de 600 mil pessoas.

A passarela de sakura tem sido aberta para o público desde 1883 e também  foi fechada por 4 anos, a partir de 1943, durante a 2ª Guerra Mundial.

Fonte: News and Culture

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Rússia divulga que franco atiradora ucraniana foi assassinada mas era fake

Publicado em 13 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

A bela franco atiradora que foi alvo de fake news pela Rússia, dizendo que foi assassinada pelo exército, está viva e no combate.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Comandante e franco-atiradora da Ucrânia (Facebook)

A bela, inteligente, figura pública e franco-atiradora como oficial das Forças Armadas da Ucrânia, deve ser temida pelo exército russo, já que a imprensa local divulgou que foi assassinada pelas tropas de Putin. 

Publicidade

No entanto, a comandante Olena Bilozerska continua viva, no front e atualizando seu blog e postou no Facebook, em 31 de março: “Não se sabe quem morreu. A mulher que morreu parece ser uma civil”. Isso demonstrou que a notícia publicada pela SM News era fake.

De jornalista a franco-atiradora (Facebook)

Se Olena já era famosa na Ucrânia, sua popularidade aumentou ainda mais. A então jornalista, de 42 anos, continua no front defendendo seu país dos ataques do exército russo.

Quando as tropas russas invadiram a Crimeia, ela se juntou à unidade dos voluntários em 2014. Depois trocou a sua profissão para ingressar no exército e se tornou franco atiradora para defender a Ucrânia.

Até 2018, Olena recebeu três medalhas e atuou como um símbolo para combater as facções pró-Rússia. Depois disso, Olena que ainda estava longe da linha de frente, disse o seguinte sobre o exército russo: “não hesitarei em matar o inimigo”. E assim o faz como comandante de uma companhia.

Comandante Olena com suas medalhas (Facebook)

Fontes: ANN, Facebook e YouTube

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância