Dermatite atópica: estudo japonês revela porque a coceira aumenta

Pesquisadores japoneses descobrem que proteína “especial” é produzida ao coçar a pele.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: NHK

Estudo feito por grupo liderado pelo professor Makoto Tsuda da Universidade de Kyushu revelou mecanismo da coceira da dermatite atópica.

Publicidade

Um dos sintomas mais conhecidos da dermatite atópica é a coceira que aumenta cada vez mais ao coçar a pele, o que piora ainda mais a inflamação.

Em estudo feito com ratos pelo grupo, descobriu-se que uma proteína denominada “NPTX2” é produzida quando a área inflamada é esfregada. Os pesquisadores explicam que essa proteína ativa os nervos que transmitem a sensação de coceira ao cérebro.

Em estudo feito com ratos que foram incapacitados artificialmente de produzir a proteína, os cientistas observaram que a frequência que os ratos coçavam a pele caiu 34%.

“Acreditamos que, se um novo medicamento direcionado à proteína identificada for desenvolvido, será possível criar um tratamento para diminuir a coceira.”, comenta o professor Tsuda.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão envia alimentos para Ucrânia

Publicado em 13 de maio de 2022, em Política

Atendendo ao pedido do país que sofre com a invasão russa, o governo japonês e a iniciativa privada enviaram grande quantidade de alimentos e medicamentos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Aeronave sendo carregada em Haneda (FNN)

A quantidade total de alimentos que o governo japonês enviou para a Ucrânia é de cerca de 15 toneladas, incluindo arroz embalado e enlatados de peixes de cavala e tuna, atendendo ao pedido daquele país.

Publicidade

O voo fretado do governo partiu na noite de quarta-feira (11), do Aeroporto de Haneda, com 39 mil pacotes de arroz, 8.688 latas de cavala e 15,6 mil latas de tuna e 2.856 pacotes de leite integral em pó. Além disso, medicamentos e equipamentos médicos doados pela iniciativa privada também foram carregados.

Como não se pode voar sobre a Rússia, a aeronave seguiu para a Polônia, via Seattle, Estados Unidos.

O Ministro da Agricultura, Florestas e Pescas, Arata Takebe, fará a entrega na Polônia antes de participar da Reunião dos Ministros da Agricultura do G7 na Alemanha.

Antes da partida da aeronave, o embaixador da Ucrânia no Japão fez uma visita de cortesia ao ministro Takebe. “Faremos o possível para transportar imediatamente todos os suprimentos para a Ucrânia para distribuição aos necessitados, pois são apoio extremamente importante”, disse.

Esta é a primeira vez que o Japão fornece assistência alimentar para a Ucrânia, de forma direta.

Fontes: FNN e JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância