Escrita da rua estava ‘tomato’ ao invés de ‘tomare’

As crianças relataram que riram muito quando viram o adesivo colado na rua, pois não era トマレ mas sim トマト.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Cruzamento com a palavra errada sobre o asfalto (NTV)

No cruzamento de uma das ruas se viu claramente a escrita トマト (tomato) e não トマレ (tomare) como deveria ser, o que significa ‘pare’, sinalizando o motorista. Mas com o tomate, qualquer motorista ficaria confuso.  

Publicidade

Isso foi encontrado em um local da cidade de Hiroshima (província homônima), cujo asfalto acabou de ser renovado. 

Um grupo de crianças foi abordado pela reportagem. Um deles disse “ri muito por que ao invés de pare está escrito tomate e falei pra minha mãe”.

Está escrito ‘tomato’ sobre o asfalto, quando deveria ser ‘tomare’ (NTV)

De acordo com o escritório do distrito de Minami da cidade de Hiroshima, o trabalho de pavimentação asfáltica foi concluído em 23 de maio. No entanto, até que a exibição oficial fosse desenhada no asfalto, a palavra トマレ em katakana foi escrita temporariamente com fita adesiva. 

Mas, depois disso, alguém mudou o katakana por , fazendo uma brincadeira

Os encarregados da prefeitura já mudaram o adesivo para a forma correta. Mas, pediram para que não mude novamente pois há risco de acidente.

Quando a prefeitura providenciar oficialmente escrita no asfalto não será mais em katakana mas em kanji e hiragana, como é o procedimento normal (止まれ), informou. 

Escrita normalmente usada (arquivo da NTV)

Fonte: NTV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Crise do frango no Japão se deve em parte ao Brasil

Publicado em 31 de maio de 2022, em Economia

Grande parte do frango vendido nos supermercados do Japão vem do Brasil e os preços subiram rapidamente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Frango frito (Pixabay)

Para comprar a indispensável carne de frango como alimento rico em proteínas é preciso desembolsar mais do que há 5 meses. O Japão está passando pela onda de crise dessa ave. 

Publicidade

Segundo o dono do supermercado Akidai, em Tóquio, Hiromichi Akiba, “5 meses atrás era comum o frango custar ¥88/100 gramas”. 

No entanto, agora as coxas da ave estão sendo vendidas a 108 ienes por 100 gramas.

Segundo Akiba, o motivo é a alta do preço do frango do Brasil. O aumento foi de 200% em comparação ao período antes da pandemia do novo coronavírus.

O Brasil é responsável pela exportação de grande quantidade de frango para o Japão, onde 70% vem do outro lado do mundo. O motivo dessa ave ser mais barata que outros países é que o Brasil usa a ração produzida internamente, diferente de outros que dependem de importação. Por isso, os preços eram atraentes para o Japão.

4 motivos do aumento do preço do frango do Brasil

Os motivos dessa carne ter ficado mais valorizada foram o aumento da importação pela China, desde 2018, após a onda de febre suína; falta de mão de obra nos frigoríficos de frango no Brasil, elevação do custo de logística por causa da invasão russa na Ucrânia e a desvalorização do iene.

Espetos do yakitori (ANN)

Por causa do preço quase chegando ao do frango nacional, os consumidores tinham uma tendência a consumir o produzido no Japão. Porém, o país nipônico enfrenta a alta dos custos das rações, como milho e soja, todos importados, o que fez elevar o preço do frango. Assim, agora tanto faz comprar o brasileiro ou o japonês.

Essas ondulações nos preços não afetam somente o consumidor para colocar as refeições à mesa, mas também os quiosques de yakitori e restaurantes.

Além disso, o carvão também terá aumento de preço. O dono de um yakitori disse para a ANN que ainda não pensa em mudar os preços do seu cardápio, mesmo com a queda no lucro da sua atividade.

Fontes: ANN e KHB

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência