Famoso comediante japonês é encontrado morto em casa

O meio artístico e o público fã do trio de comediantes estão chocados com a notícia da morte.

Comediante Ryuhei Ueshima (NHK)

O comediante japonês Ryuhei Ueshima (上島竜兵), integrante do grupo Dacho Club e também artista, morreu em Tóquio antes do amanhecer de quarta-feira (11), com 61 anos.  

Publicidade

Ryuhei Ueshima nasceu na província de Hyogo e em 1985 formou um grupo de comédia com Katsuhiro Higo e Jimon Terakado, e tem atuado como o Dacho Club.

Seus bordões famosos como Yah!, Kururinpa e Kiitenai yoo marcaram seu personagem, agradando diversas gerações, atuando em programas de variedades na tevê.

Além disso, ele expandiu seu leque de atividades, como ator em dramas da tevê japonesa e recentemente aparecia em programas e eventos realizados pelas emissoras.

De acordo com a agência, Ueshima foi encontrado caído em sua casa em Tóquio, por uma pessoa da família, e em seguida foi confirmado morto.

De acordo com as pessoas próximas, parece ter sido suicídio.

Fontes: NHK e Nikkan Sports

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Encontrado um peixe não nativo, parecido com tubarão, no Biwako

Publicado em 11 de maio de 2022, em Sociedade

O peixe do mar encontrado por um pescador, no lago, é uma espécie muito cobiçada para os criadouros.

Peixe marinho encontrado no Biwako, resgatado pelo museu (ANN)

Segundo informações, de terça-feira (10), do Museu do Lago Biwa (Biwako), da província de Shiga, foi encontrado um peixe marinho, o esturjão-beluga, chamado de ベステルチョウザメ em japonês, o qual se parece com um tubarão.

Publicidade

Esse peixe não é nativo do Japão, tampouco habita nos mares do país, muito menos no lago. Um pescador associado ao Porto de Pesca de Kitakomatsu o encontrou na parte norte da cidade de Otsu, no Biwako, o qual estava dentro da rede. Como tem cerca de um metro, calcula-se que tenha vários anos de vida.

O esturjão-beluga vem sendo cultivado em criadouros visando o caviar de suas ovas. Mas também são vendidos como ornamentais para aquários e esse pode ser o motivo de ter sido encontrado no Lago Biwa. Uma das hipóteses é que alguém que o comprou não imaginou que cresceria tanto e o descartou no lago.

Esse peixe com jeito de tubarão parece não atacar os seres humanos. O diretor do museu fez um alerta dizendo que “a liberação de espécies exóticas afeta o ecossistema do Lago Biwa, então queremos que sejam criados com responsabilidade”.

Esturjão-beluga de um metro de comprimento (KTV)

Fontes: ANN e KTV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros