Quarta-feira: 46 mil novos casos de coronavírus no Japão

O total foi quase 20 mil a mais do que na quarta-feira da semana anterior. Okinawa teve novo recorde.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 45.955 testados positivo para o novo coronavírus na quarta-feira (11), aumentando a soma cumulativa para 8.227.552 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 4.764
  2. Osaka: 3.679
  3. Hokkaido: 3.259
  4. Aichi: 2.729
  5. Okinawa: 2.702
  6. Kanagawa: 2.340
  7. Fukuoka: 2.403
  8. Saitama: 1.910
  9. Hyogo: 1.902
  10. Hiroshima: 1.451
  11. Chiba: 1.373
  12. Shizuoka: 1.168

Outras províncias com números preocupantes.

  • Quioto: 1.061
  • Okayama: 1.035
  • Gifu: 612
  • Mie: 556
  • Tochigi: 550

Óbitos, recuperações e pacientes em tratamento

O dia teve 41 óbitos, sendo 8 em Osaka, 7 em Saitama, 5 em Tóquio, em Kanagawa, 3 em Nara e em Okinawa, além de outras províncias.

São 372.653 pacientes em tratamento, dos quais 163 estão em estado grave.

Em contrapartida, são 7.824.957 pessoas recuperadas da covid.

Na segunda-feira (9) foram realizados 72.057 testes PCR.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 3.259
Tohoku
Aomori 415
Iwate 314
Miyagi 623
Akita 262
Yamagata 261
Fukushima 595
Kanto
Ibaraki 595
Tochigi 550
Gunma 446
Saitama 1.910
Chiba 1.373
Tóquio 4.764
Kanagawa 2.340
Hokuriku
Niigata 553
Toyama 310
Ishikawa 625
Fukui 339
Koshin
Yamanashi 158
Nagano 445
Tokai
Gifu 612
Shizuoka 1.168
Aichi 2.729
Mie 556
Kinki
Shiga 355
Quioto 1.061
Osaka 3.679
Hyogo 1.902
Nara 385
Wakayama 328
Chugoku
Tottori 116
Shimane 159
Okayama 1.035
Hiroshima 1.451
Yamaguchi 331
Shikoku
Tokushima 163
Kagawa 481
Ehime 237
Kochi 249
Kyushu
Fukuoka 2.401
Saga 369
Nagasaki 569
Kumamoto 732
Oita 435
Miyazaki 790
Kagoshima 730
Okinawa 2.702
Aeroportos 93
TOTAL GERAL 45.955
Fontes: News Digest e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Ataque russo na Ucrânia destruiu 101 hospitais, matou 226 crianças e 417 foram feridas

Publicado em 11 de maio de 2022, em Notícias do Mundo

Além desse massacre, ambulâncias e farmácias foram destruídas. A ofensiva continua, mas a Ucrânia resiste, eliminando mais de 26 mil soldados russos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Hospital bombardeado (Ukrinform)

Os dados revelados no 77.º dia do ataque do Exército da Rússia na Ucrânia são inacreditáveis. 

Publicidade

O ministro da Saúde da Ucrânia informou na quarta-feira (11) que 101 hospitais foram completamente destruídos pelos soldados russos, além de terem capturado ou baleado cerca de 200 ambulâncias, e de terem destruído 450 farmácias.

“Por 77 dias consecutivos, terroristas russos bombardearam bairros residenciais e alvos civis. Projéteis e mísseis disparados pelos ocupantes atingiram 600 instituições médicas ucranianas. Os 101 hospitais não podem mais ser recuperados”, relatou.

Por causa desses ataques contínuos muitos ucranianos não puderam ser atendidos nos hospitais, com perdas de vidas. Enfatizou que a Rússia ignora todas as normas e convenções do direito internacional.  

Vidas das crianças ceifadas pelos russos

“Mais de 643 crianças foram afetadas na Ucrânia como resultado da agressão armada em grande escala da Federação Russa. Na manhã de 11 de maio de 2022, o número oficial de vítimas fatais menores de idade não mudou: 226. O número de menores feridos aumentou para 417“, diz o comunicado do Gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia.

Esses números não são definitivos, pois está em andamento o trabalho de contagem das crianças afetadas nas zonas de hostilidades ativas, nos territórios temporariamente ocupados e outros liberados.

Ofensiva russa piora

Os russos estão atacando em grande escala. O Ministério da Defesa da Ucrânia informou sobre a situação no país, através de um infográfico. Na noite de terça-feira (10) as forças ucranianas libertaram mais quatro aldeias no Oblast de Kharkiv.

Em vermelho as áreas ocupadas pelos russos e os pontos amarelos são os locais bombardeados desde 24 de fevereiro (Min. Defesa da Ucrânia)

Intensos combates deixaram o Oblast de Luhansk sem gás, eletricidade e água, informou o conselho local. Os ocupantes continuam a concentrar seus esforços em impedir o avanço das Forças Armadas em direção à fronteira do estado da Ucrânia.

Nas últimas 24 horas, a Rússia intensificou o bombardeio dos Oblasts de Sumy e Chernihiv no norte da Ucrânia, a partir do território russo, informaram os governadores locais.

Por outro lado, o exército russo já perdeu 26.350 soldados em ação na Ucrânia, segundo informações do governo. O país atacado continua resistindo à ofensiva russa, destruindo inclusive tanques, sistemas de artilharia, aeronaves e outros.

Infográfico das perdas do exército russo (Min. Defesa da Ucrânia)

Fontes: Ukrinform e NV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância