Rússia desloca mísseis em direção à fronteira com a Finlândia

O Kremlin emitiu um alerta dizendo que planos da Finlândia e Suécia de se juntarem à Otan eram um ‘erro grave com consequências de longo alcance’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vídeo mostra deslocamento de mísseis em direção à fronteira com a Finlândia (Metro UK)

A Rússia começou a deslocar mísseis com capacidades nucleares em direção a sua fronteira com a Finlândia, horas após Moscou ter prometido não tolerar os planos de Helsinque de se juntar à Otan.

Publicidade

O Kremlin emitiu um alerta dizendo que planos da Finlândia e Suécia de se juntarem à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) eram um “erro grave com consequências de longo alcance”.

O vice-primeiro-ministro russo, Sergei Ryabkov, disse “Eles não deveriam se iludir achando que simplesmente vamos tolerar isso, e insistiu que “o nível geral de tensão militar aumentará”.

Na manhã de segunda-feira (16) um vídeo, o qual acredita-se ter sido filmado em uma estrada que leva a Vyborg, a cerca de 40Km da fronteira com a Finlândia, mostra a mobilização de mísseis móveis Iskander.

Acredita-se que 7 lançadores estejam em rota, de acordo com um comentário em um vídeo de uma dash cam transmitido pela mídia russa.

Pode-se ouvir uma pessoa dizendo, “Assim que o presidente da Finlândia disse que eles estavam se juntando à Otan, uma divisão toda de Iskanders estava sendo deslocada em direção a Vyborg.

“Parece que uma nova unidade militar está prestes a ser formada em Vyborg ou na região”.

As imagens surgem quando foi afirmado pela rede de TV estatal russa que Moscou poderia lançar armas nucleares em sua fronteira europeia se a Suécia e a Finlândia permitissem bases militares em seus territórios.

A Finlândia anunciou oficialmente no domingo (15) planos de se filiar à Otan, desafiando alertas da Rússia de que a medida seria encontrada com “medidas retaliatórias”.

Horas depois, o partido Social Democrata da Suécia abandonou sua oposição de 73 anos de se juntar à aliança, abrindo mão de décadas de não alinhamento militar após a invasão russa à Ucrânia.

Em resposta, o comentarista disse ao Rossiya One: “A razão oficial deles é medo, mas eles deveriam ter mais medo na Otan”.

A Suécia e a Finlândia enfrentam oposição da Turquia, a qual disse que não veria as solicitações para se juntar à aliança militar do Atlântico de forma favorável.

Qualquer decisão exigirá aprovação de todos os 30 países membros da aliança e seus parlamentos.

Fonte: Metro UK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Coreia do Norte relata mais 6 mortes por ‘febre’ em meio a surto de covid-19

Publicado em 17 de maio de 2022, em Ásia

O anúncio de mais 6 mortes por ‘febre’ ocorre dias após a Coreia do Norte relatar seu primeiro caso de covid-19.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio do Ministério do Comércio Externo em Pyongyang, Coreia do Norte (banco de imagens)

A Coreia do Norte relatou nesta terça-feira (17) mais 6 mortes por “febre”, dias após anunciar seu primeiro caso de covid-19, e disse que estava intensificando a distribuição militar de medicamentos.

Publicidade

A mídia estatal KCNA reportou que o exército havia “enviado suas forças poderosas urgentemente a todas as farmácias na cidade de Pyongyang e começou a fornecer medicamentos”.

A agência de notícias disse que “o número de mortes situa-se a 56” desde a noite de segunda-feira (16), com mais 1.483.060 casos de febre e pelo menos 663.910 pessoas recebendo tratamento médico.

O número é registrado apesar do líder Kim Jong-un ter ordenado lockdowns a nível nacional em uma tentativa de frear a propagação da doença através da população não vacinada.

Kim, até agora, criticou fortemente funcionários da saúde pelo que ele chamou de resposta mal feita em relação à prevenção da epidemia, especificamente uma falha em manter farmácias abertas 24 horas para distribuir medicamentos.

A reportagem desta terça-feira pela KCNA disse que “medidas urgentes foram tomadas para retificar as divergências no fornecimento de medicamentos”, incluindo operação 24 horas de farmácias em Pyongyang.

Desde o anúncio do país sobre seu primeiro caso de covid-19 na quinta-feira passada, Kim se colocou na linha de frente e no centro da resposta à doença na Coreia do Norte, supervisionando reuniões do Politburo quase que diárias sobre o surto, o qual ele disse estar causando “grande revolta” no país.

Fonte: Straits Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância