OMS: 780 casos de varíola dos macacos no mundo, nível de risco é ‘moderado’

Um único caso de varíola dos macacos em um país não endêmico é considerado um surto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tubo de teste de sangue positivo para varíola dos macacos (ilustrativa/banco de imagebns)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse no domingo (5) que 780 casos de varíola dos macacos (monkeypox) confirmados em laboratório haviam sido reportados à ela de 27 países não endêmicos, enquanto mantém que o nível de risco global era moderado.

Publicidade

Poucas hospitalizações foram reportadas, a não ser o isolamento de pacientes.

Os países não endêmicos que estão reportando a maioria dos casos, segundo a OMS, são Reino Unido, Espanha, Portugal, Canadá e Alemanha.

Um único caso de varíola dos macacos em um país não endêmico é considerado um surto.

“Embora o atual risco à saúde humana e para o público geral continue baixo, ele pode aumentar se o vírus explorar a oportunidade de se estabelecer em países não endêmicos como um patógeno humano generalizado”, disse a OMS em uma atualização sobre o surto da doença.

“A OMS avalia o risco a nível global como moderado considerando que essa é a primeira vez que muitos casos de varíola dos macacos e clusters são reportados ao mesmo tempo em países não endêmicos e endêmicos”.

A maioria dos casos até agora se apresentou através de serviços de saúde sexual ou outros serviços de saúde e envolveram homens que tiveram relações sexuais com homens, disse a OMS.

A OMS disse que muitos casos não estavam se apresentando com a imagem clínica clássica da varíola dos macacos: alguns descreveram pústulas (bolinhas com pus) aparecendo antes de sintomas como febre, e lesões em diferentes estágios, ambas as quais são atípicas.

Fonte: Channel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Tropas dos EUA e Coreia do Sul lançam 8 mísseis em demonstração de poder de fogo contra a mais recente provocação de Pyongyang

Publicado em 6 de junho de 2022, em Ásia

Como a Coreia do Norte disparou 8 mísseis em direção ao Japão, as tropas em exercício militar conjunto fizeram o mesmo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem meramente ilustrativa (RawPixel)

No domingo (5) a Coreia do Norte disparou 8 mísseis balísticos de curto alcance (SRBM) de 4 locais diferentes. O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul (JCS) informou que as tropas do seu país e dos EUA, em exercício militar conjunto, lançaram 8 do Sistema de Mísseis Táticos do Exército (ATACMS), superfície-superfície,  a partir das 4h45 de segunda-feira (6), por cerca de 10 minutos. Foram 7 da Coreia do Sul e um dos Estados Unidos.

Publicidade

“Os disparos combinados de mísseis entre Coreia do Sul e EUA demonstraram a capacidade e a postura de lançar ataques de precisão imediatos na origem das provocações e suas forças de comando e apoio”, disse o JCS em um comunicado à imprensa, divulgou a agência de notícias Yonhap.

“Nossos militares condenam veementemente a série de provocações de mísseis balísticos do Norte e o exortam seriamente a interromper imediatamente os atos que aumentam as tensões militares na península e aumentam as preocupações de segurança”, acrescentou.

Autoridades de Seul alertaram que as provocações militares de Pyongyang serão recebidas com reações correspondentes.

Na reunião de cúpula de 21 de maio, os Estados Unidos e a Coreia do Sul concordaram em fortalecer a dissuasão estendida e expandir a escala de exercícios militares conjuntos. Quando a Coreia do Norte lançou um míssil balístico intercontinental (ICBM) em 25 de maio, as forças dos EUA e da Coreia do Sul lançaram dois mísseis, e a Força Aérea da Coreia do Sul colocou mais de 30 caças na pista.

Fonte: Yonhap 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência