Tragédia do Kazu I: buracos e rachadura no casco

O trágico incidente ocorrido com o barco Kazu I tirou a vida de 26 pessoas, das quais 2 eram funcionários da operadora. Buracos indicam falta de manutenção.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Barco Kazu I no guindaste para ser transportado para um depósito (manhã de 4.ª feira/FNN)

O barco de turismo Kazu I, o qual sofreu naufrágio com todas as pessoas a bordo, 26 no total, foi removido do fundo do mar, de uma profundidade de 182 metros, pela Guarda Costeira.

Publicidade

Depois, foi realizada a drenagem da água e transportado para o porto de Abashiri, em Hokkaido, na manhã de quarta-feira (1.º). 

O naufrágio ocorreu em abril e como os familiares enlutados querem ver a situação do barco, por isso, será exibido para eles. 

Rachadura no casco (FNN)

Segundo as fontes da emissora HBC, de Hokkaido, foram encontrados 3 buracos e uma rachadura no casco. Isso mostra que a empresa operadora – Shiretoko Tour Boat – que teve a licença revogada em maio, teria descuidado com a manutenção. 

Mesmo antes da retirada do barco, os mergulhadores contaram para a reportagem da emissora que viram os 3 buracos do lado esquerdo, através das câmeras subaquáticas. 

Até essa data, foram encontrados 14 corpos e 12 continuam desaparecidos. O barco retirado do mar foi inspecionado em 28 de maio, na presença do dono da operadora, mas nenhum corpo foi encontrado nos compartimentos. A Guarda Costeira continua se empenhando para buscá-los. 

Um dos 3 buracos do lado esquerdo (FNN)

Fontes: NHK e JNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Preços dos fertilizantes no Japão devem atingir altas recordes

Publicado em 1 de junho de 2022, em Sociedade

Os fertilizantes devem ficar bem mais caros, devendo atingir altas recordes no período de 5 meses até outubro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A maioria dos novos preços são os mais altos desde 2005 (NHK)

Os preços de fertilizantes no Japão devem atingir altas recordes no período de 5 meses até outubro, devido amplamente à invasão da Ucrânia pela Rússia.

Publicidade

A Federação Nacional de Associações Cooperativas Agrícolas, também conhecida como ZEN-NOH, revelou seus preços de atacado de fertilizantes para os próximos meses na terça-feira. A associação obtém fertilizantes para sedes provinciais de cooperativas agrícolas.

O preço de atacado para ureia importada será 94% maior do que era no período anterior de novembro a maio, enquanto o do cloreto de potássio ficará 80% mais caro.

Os valores para o fertilizante que contém nitrogênio, ácido fosfórico e potássio a uma proporção de 15% cada verá um aumento de 55%.

Segundo a associação, a maioria dos novos preços são os mais altos desde 2005.

A ZEN-NON atribui as altas em parte à demanda global aumentada por grãos e por sua vez por fertilizantes. Ela também cita fornecimentos decrescentes de ureia e cloreto de potássio da Rússia, uma grande produtora desses materiais, após sua invasão à Ucrânia.

Os cortes da China sobre exportações de ureia e outros fertilizantes desde outubro do ano passado também aumentaram os preços.

A Rússia e Belarus contam por cerca de 40% de todas as exportações globais de cloreto de potássio. Países em todo o mundo estão agindo para suspender importações dos químicos a fim de protestar contra a agressão da Rússia à Ucrânia.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência