Casa Branca diz que Rússia planeja anexar mais território ucraniano

A Rússia está planejando anexar mais território ucraniano, disse um porta-voz do Conselho Nacional de Segurança na terça-feira (19).

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Moscou está ‘começando a lançar uma versão do que você pode chamar de cartilha de anexação’, diz porta voz da Casa Branca (banco de imagens)

A Rússia está “lançando bases” para anexar território ucraniano que ela controla em violação da soberania do país, disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, em uma coletiva de imprensa na terça-feira (19), citando a inteligência dos EUA.

Publicidade

Moscou está “começando a lançar uma versão do que você pode chamar de cartilha de anexação, muito similar àquela que vimos em 2014”, disse Kirby, referindo-se à invasão russa à Ucrânia e anexação da Crimeia há 8 anos.

“O governo russo está revisando planos detalhados para presumivelmente anexar várias das regiões da Ucrânia, incluindo Kherson, Zaporizhizhia, Donetsk e Luhansk”, disse Kirby.

Para preparar as condições no local para realizar essas ações, Kirby disse que a Rússia está tentando estabelecer o rublo como a moeda predefinida nas áreas sob seu controle, sabotar o acesso à internet de civis e forçar ucranianos a pedirem cidadania russa.

Na semana passada, Vladimir Putin assinou um decreto que abriu as portas para a obtenção rápida de cidadania russa para todos os ucranianos.

Repetidamente, a administração de Biden toma a medida incomum de revelar publicamente informações dos EUA sobre planos da Rússia na Ucrânia, como parte de um esforço para interromper e “descarrilar” objetivos do Kremlin.

Fonte: Business Insider

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Gunma: baixo número em Oizumi mas elevado em outras cidades

Publicado em 21 de julho de 2022, em Sociedade

Diante da rápida disseminação do coronavírus o governo da província fez dois pedidos importantes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Coronavírus (Public Domain Pictures)

O governo da província de Gunma informou que foram 1.910 testados positivo para o coronavírus na quarta-feira (20), superando significativamente os 1.192 casos em 3 de fevereiro, o qual tinha sido o maior desta epidemia. Foi registrado recorde também no país.

Publicidade

Oizumi teve um número bem pequeno em comparação a outras cidades, de 10 casos. As 5 cidades com os números mais elevados são:

  1. 493 em Takasaki
  2. 269 em Ota
  3. 211 em Isesaki
  4. 179 em Maebashi
  5. 168 em Kiryu

Por faixa etária, os dados mostram que as crianças e adolescentes, além dos adultos jovens são a maioria.

  1. 373 adolescentes 
  2. 311 crianças com menos de 10 anos
  3. 302 na faixa dos 40
  4. 301 na faixa dos 30 
  5. 257 na faixa dos 20
  6. 148 na faixa dos 50 
  7. 108 na faixa dos 60
  8. 62 na faixa dos 70
  9. 44 na faixa dos 80 e 90
  10. 4 ainda sendo investigadas

Em resposta à rápida disseminação da infecção do coronavírus, o governo pede para “ventilar o ambiente abrindo as janelas mesmo com o ar-condicionado ligado e, se ainda não se completou a vacinação, que o faça o mais rápido possível”.

Fontes: Jomo Shimbun e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência