‘Centaurus’: especialistas manifestam preocupação com nova subvariante da Covid

A subvariante BA.2.75, apelidada de ‘Centaurus’, surgiu pela 1ª vez na Índia em maio. Desde então, ela se espalhou para cerca de 10 países.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Especialistas dizem que não há evidência de que a Centaurus cause doença mais grave do que a ômicron original (ilustrativa/banco de imagens)

Os Países Baixos (Holanda) anunciaram na quarta-feira (13) que se tornaram a nação mais recente a detectar um caso da subvariante BA.2.75 da ômicron da covid-19, enquanto especialistas manifestam preocupação com a rápida propagação da cepa.

Publicidade

A subvariante, apelidada de “Centaurus”, surgiu pela primeira vez na Índia em maio deste ano e desde então se espalhou para cerca de 10 nações, incluindo EUA, Reino Unido, Alemanha e Austrália.

Alguns cientistas temem que a variante possa ser a mais contagiosa já vista, e melhor equipada para escapar de qualquer imunidade de vacinas e infecção anterior.

Entretanto, não há prova de que ela cause qualquer doença mais grave do que o tipo original da ômicron de onde ela evoluiu, disseram especialistas da covid ao Mail Online na quarta-feira.

Pouco se sabe sobre a BA.2.75”, disse o Instituto Holandês de Saúde Pública em uma declaração, mas parece que ela contorna com mais facilidade as defesas construídas contra a SARS-CoV-2 através de mudanças pequenas e específicas”.

A cientista chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, disse na semana passada que a agência das Nações Unidas estava rastreando a cepa, mas que havia “sequências limitadas para analisar”

Ela acrescentou que era “muito cedo para saber” o quão bem a cepa pode escapar de imunidade ou o quão severa ela era.

Antoine Flahault, diretor do Instituto de Saúde Global na Universidade de Genebra, disse à agência de notícias AFP que a propagação da BA.2.75 na Índia indicou que ela era mais transmissível do que a subvariante BA.5 da ômicron que vem conduzindo ondas na Europa e EUA.

Fonte: Mail Online

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Denso usa tecnologia automobilística na maior produção de tomates do Japão

Publicado em 14 de julho de 2022, em Economia

Junto com uma empresa agrícola a Denso promove horticultura segura e sustentável, utilizando os recursos tecnológicos de produção industrial.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Robô detecta tomates em ponto de colheita, corta e coloca na caixa (Denso)

Desde 2108 uma parceria entre as empresas Asai Farm e Denso surgiu a AgriD, uma união das tecnologias de agricultura e da indústria, prosperou para o maior cultivo de tomates da província de Mie e da região Tokai, como também uma das maiores do Japão.

Publicidade

O plantio é feito em uma greenhouse de grande porte, de 4,2 hectares de plantio, com gestão agrícola como controle ambiental, cooperação entre mão de obra humana e automação industrial, formando uma horticultura de próxima geração, altamente produtiva e sustentável

As duas empresas pretendem contribuir para o desenvolvimento da gestão agrícola, tanto do Japão, como do exterior. 

Tomates em horticultura segura e sustentável

A escala de produção anual é de 1.260 toneladas de tomates, de 2 tipos: o maior vai para as lojas de conveniência, as quais usam para os seus sanduíches, e os tomates cereja são destinados aos supermercados. 

Duas marcas de tomates para os supermercados (Denso)

Em abril havia 108 funcionários para o cultivo e transporte. A AgriD obteve a certificação GLOBALG.A.P,  concedida aos produtores agrícolas que praticam atividades produtivas seguras e sustentáveis.

A greenhouse em si é baseada na tecnologia do Certhon Group, que lida com a horticultura de instalações, do qual Denso é afiliada. 

Modelo Denso na eficiência e redução de custos

Além disso, a Denso está promovendo eficiência e economia de mão de obra ao trazer as ideias originais. Ao revisar cada componente do ponto de vista de uma indústria desse porte, foi possível reduzir o custo que era de 2 bilhões de ienes para 4 hectares, para 970 milhões de ienes.

Greenhouse onde se produzem tomates (Denso)

Introduziu a primeira máquina no Japão para limpar automaticamente o telhado e o aspecto de segurança também foi melhorado. Ao usar 5 camadas de policarbonato em vez da camada única usual, os custos de aquecimento puderam ser economizados. Para o aquecimento em si se usa gás da cidade em vez de óleo. Os custos de combustível foram reduzidos em 25% e houve uma redução de 30%do CO2. 

Assim, a AgriD se tornou um modelo de agricultura da próxima geração, com controle ambiental totalmente integrado. 

A Denso Agritech Solutions, criada em 2020 pela Denso e pelo Certhon Group da Holanda para vender soluções de horticultura em green house, participará da maior exposição do segmento – Greenhouse Horticulture & Plant Factory Exhibition 2022 (GPEC), no Tokyo Big Sight, de 20 a 22 de julho.  

Assista ao vídeo e veja como o robô Faro detecta os tomates no ponto de colheita, colhe e procura o melhor espaço para acomodar o galho na caixa.

Fontes: Watch Impress e Denso

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência