Navio patrulha da Guarda Costeira japonesa dispara acidentalmente

Durante a inspeção do canhão foram feitos disparos, em direção à terra firme.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Navio patrulha onde ocorreu o incidente (NHK)

Por volta das 11h10 de terça-feira (19), quando uma equipe do navio patrulha Shimoji ancorado no porto de Nagayama, na ilha de Irabu, cidade de Miyako (Okinawa), inspecionava um canhão de 20mm, foram feitos disparos acidentais de 8 munições reais em direção à terra firme.

Publicidade

O local para onde foram feitos os disparos tem um matagal, com cerca de 80 metros, e aos fundos passa uma rodovia, além de ter terras agrícolas.

Assim que foram efetuados os disparos, a prefeitura, polícia e os bombeiros foram comunicados e até o final do dia não foram confirmados danos humanos ou materiais.

O Gabinete da Guarda Costeira de Miyako disse: “Esse tipo de incidente nunca deve acontecer e faremos o possível na investigação. Pedimos desculpas pelo inconveniente”. Os servidores foram ouvidos para saber quais foram as circunstâncias.

O navio patrulha Shimoji foi enviado para a Guarda Costeira de Miyako há seis anos, em 2016, para reprimir as operações ilegais dos barcos de pesca estrangeiros nas águas ao redor das Ilhas Senkaku.

Fontes: ANN e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Aichi: recorde de pacientes em tratamento nos hotéis e em casa

Publicado em 20 de julho de 2022, em Sociedade

O governador disse em coletiva de imprensa que a ‘situação é severa’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Coronavírus (Public Domain Pictures)

No último sábado, 16 de julho, a província de Aichi teve o pior número de testados positivo desta epidemia, de 7.269. As instalações hoteleiras que recebem os pacientes com sintomas leves estão afetadas com o aumento repentino.  

Publicidade

“O número de pacientes com covid em tratamento domiciliar e os encaminhados para os hotéis são os maiores desta epidemia”, afirmou o governador Hideaki Omura, na terça-feira (19).   

Até segunda-feira os hotéis estavam com 1.089 pacientes e os em tratamento domiciliar eram 41.436

O responsável por um dos hotéis que serve de local para tratamento disse que “em geral o paciente tem alta de manhã. A limpeza e a completa desinfecção só é concluída no final do dia, portanto, um novo paciente só pode ser admitido no dia seguinte”.

Aumentos: de 54 para 102 e 129 em apenas 2 semanas em um único hotel (CBC TV)

Em um dos hotéis, com 207 apartamentos destinados para esse fim, havia 54 em tratamento no dia 4 deste mês, mas aumentou para 129 até segunda-feira. Além de todos os cuidados, há uma correria para o preparo das refeições.

Os centros de saúde levam tempo para conferir o estado dos pacientes, pois costumam telefonar e a equipe se empenha ao máximo.

A situação é severa”, apontou o governador. “O movimento das pessoas aumentará durante as férias de verão. É difícil pensar que atingirá o pico e diminuirá”, analisou.

Ele disse que não pretende solicitar restrições aos cidadãos da província agora, mas continuará acompanhando a situação das internações para decisões futuras.

Governador de Aichi e os números de pacientes com covid em tratamento nos hotéis e domiciliar (CBC TV)

Fonte: CBC TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência