Ataque russo a estação ferroviária na Ucrânia mata pelo menos 22 pessoas

Ataque com míssil em Chaplyne deixa ao menos 22 mortos e 50 feridos enquanto a Ucrânia marca 6 meses da invasão de Moscou.

Um ataque com míssil russo atingiu uma estação no vilarejo de Chaplyne em 24 de agosto (CBS News)

Pelo menos 22 pessoas morreram e 50 ficaram feridas em um ataque russo com míssil a uma estação ferroviária ucraniana, enquanto o país marcava 6 meses desde a invasão de Moscou em um dia da independência sombrio obscurecido por alertas de mais agressões “brutais”.

Publicidade

Falando nas Nações Unidas no fim de quarta-feira (24), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que mísseis atingiram um trem em uma estação no vilarejo de Chaplyne, a cerca de 145Km a oeste de Donetsk no leste do país.

“Equipes de resgate estão trabalhando, mas, infelizmente, o número de mortos pode aumentar”, disse Zelensky.

Um menino de 11 anos morreu no ataque, disse Kirill Timoshenko, chefe adjunto da administração presidencial da Ucrânia, em uma mensagem em seu canal no Telegram.

A Ucrânia vinha se preparando para ataques especialmente pesados em torno do feriado nacional que comemora sua declaração de independência da União Soviética em 1991.

Fonte: The Guardian

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Peritos da polícia e bombeiros fazem inspeção no refeitório da Suzuki de Hamamatsu

Publicado em 25 de agosto de 2022, em Sociedade

Para a inspeção detalhada participaram a empresa terceirizada e os fabricantes dos equipamentos de lavar louça.

Refeitório da Suzuki na terça-feira (23), quando funcionários tiveram mal-estar (ANN)

Os peritos do Corpo de Bombeiros e Polícia de Shizuoka realizaram uma inspeção detalhada na cozinha do refeitório da sede da montadora Suzuki, em Minami-ku, cidade de Hamamatsu, na quarta-feira (24).

Publicidade

No dia anterior 14 funcionários, na faixa etária dos 20 aos 70, tiveram mal-estar e foram socorridos de ambulância. Dentre eles, uma parte foi diagnosticada com intoxicação por monóxido de carbono.

Segundo informações, nesse refeitório trabalham 55 funcionários, dos quais uma dezena desses que passaram mal estavam trabalhando na área de lavagem das louças e utensílios de cozinha. 

Os funcionários desse refeitório são de uma empresa consignada para essa atividade. Os peritos verificaram as grandes máquinas de lavar louça, as quais funcionam a gás, e também o sistema de ventilação.

É provável que a ventilação não estivesse funcionando adequadamente.  

Fontes: ANN, Daiichi TV e SATV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros