Companhias aéreas mudam de rota para evitar o espaço aéreo do exercício militar da China

Esse exercício militar afetou não só as companhias aéreas de transporte de passageiros mas também os de carga. ANA e JAL estão fazendo desvios.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Exemplo de mudança de rota do voo da ANA, tendo que dar uma volta (© Flightrader24 via FlyTeam)

Desde quinta-feira (4) as companhias aéreas de transporte de passageiros e de carga estão fazendo desvios nas rotas porque as autoridades de aviação chinesas estabeleceram uma zona de exclusão aérea perto de Taiwan.

Publicidade

Isso afeta não só as empresas aéreas de Taiwan, como também as japonesas, pois a ANA e JAL tiveram que fazer uma rota diferente.

A área de exercícios da China fica perto do norte e nordeste de Taipei. As rotas do Japão para Taipei geralmente vão direto ao norte das Ilhas Miyako e Ishigaki para se conectar com a capital taiwanesa. 

A rota Narita-Taipei operada pela ANA na quinta-feira usou uma rota que entra em Taiwan perto de Kaohsiung, do sul de Miyako e Ishigaki. O voo 802, de Taipei para Narita, operado pela JAL, evita a área a nordeste de Taipei e adotou uma rota que voa para a área ao sul de Miyako e Ishigaki.

A Nippon Cargo Airlines e a Starlux também estão rotas diretas ao norte das ilhas Miyako e Ishigaki, evitando a área de exercícios militares chineses.

O Exército de Libertação do Povo Chinês enviou sua Marinha, Força Aérea, Força de Foguetes e Forças de Apoio Estratégico para realizar exercícios para cercar Taiwan. 

O conteúdo do plano inclui ataques navais e terrestres, garantia de superioridade aérea e confirmação de capacidades de operações conjuntas em termos de controle. 

Em marrom claro os locais onde a China instalou suas bases para o exercício militar, cercando Taiwan (Guarda Costeira do Japão via FlyTeam)

A Força Aérea Chinesa anunciou que está mobilizando caças furtivos J-20, caças J-16 e bombardeiros H-6 para os exercícios. 

Taiwan também anunciou que na quarta-feira (3), os caças J-11, J-16 e Su-30 da Força Aérea Chinesa entraram na zona de identificação de defesa aérea de Taiwan.

Fonte: FlyTeam

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Morte na Flórida pode ser a 20ª nos EUA causada por airbags da fabricante japonesa Takata

Publicado em 5 de agosto de 2022, em Notícias do Mundo

O mau funcionamento perigoso dos aibags levou à maior série de recall de automóveis na história dos EUA.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Logo da falida Takata Corporation (Wikimédia Commons)

Um homem na Flórida que perdeu a vida em um acidente de trânsito no mês passado pode ser o 20º óbito nos EUA causado por infladores de air bags explosivos da fabricante japonesa Takata.

Publicidade

Autoridades dizem que o motorista de uma Ford Ranger 2006 morreu em uma colisão no mês passado perto de Pensacola, na Flórida. O inflador de air bags aparentemente explodiu, lançando estilhaços que atingiram o motorista de 23 anos, cujo nome não foi divulgado.

A Administração de Segurança no Tráfego de Estradas Nacionais dos EUA disse na quinta-feira (4) que está trabalhando para confirmar detalhes da colisão antes de decidir se mais ação é necessária.

A Takata usava nitrato de amônio destinado a criar uma pequena explosão para inflar air bags em uma colisão. Mas o composto químico pode se tornar mais volátil com o tempo quando exposto à umidade no ar e repetidas situações de temperaturas altas. A explosão pode destruir a caixa metálica e lançar estilhaços no compartimento do passageiro.

O potencial para mau funcionamento perigoso levou à maior série de recall de automóveis na história dos EUA, com pelo menos 67 milhões de infladores recolhidos. Cerca de 100 milhões passaram por recall no mundo.

Se o air bag for confirmado como a causa, a morte seria pelo menos a 29ª no mundo devido aos infladores. A maioria dos óbitos foram nos EUA, mas eles também ocorreram na Austrália e na Malásia.

Os recalls levaram a Takata do Japão à falência e acusações criminais foram instauradas contra a companhia. Eventualmente, ela foi comprada por uma fornecedora de autopeças chinesa.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência