Seria o macaco o alvo mas o dardo tranquilizante acerta uma mulher

A ocorrência acidental foi em uma cidade da província de Shizuoka e a vítima perdeu os sentidos assim que foi atingida pelo dardo tranquilizante.

Dardo tranquilizante (prefeitura via SATV)

Por volta das 14h50 de segunda-feira (29), um macaco-japonês foi avistado em uma área residencial de Nakanogo, cidade de Fuji (Shizuoka), por isso foram mobilizados os funcionários públicos e de uma empresa terceirizada.  

Publicidade

Segundo informações da prefeitura, foram todos para o local onde estava o animal silvestre. Uma pessoa da empresa terceirizada preparava a arma com dardo tranquilizante e, por erro de manobra, acabou atirando contra o braço de uma pedestre que estava por perto. 

A mulher foi transportada para o hospital, onde ficou temporariamente inconsciente devido aos efeitos da anestesia, mas começou a recuperar a consciência após cerca de uma hora e em seguida teve alta. Ela tinha ido ao local para informar sobre o avistamento do macaco.

De acordo com a prefeitura, a quantidade de anestésico é eficaz para um macaco pesando cerca de 15 quilos. O contratante tocou o gatilho enquanto tapava o cano para evitar vazamento de ar. O prefeito da cidade apresentou desculpas publicamente sobre esse acidente.

O caso foi parar na polícia, a qual investiga detalhadamente a ocorrência. Não há informação se o macaco foi capturado.

Macaco-japonês visto nas imediações (prefeitura via SATV)

Fonte: SATV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

SUP tem aumento de popularidade e também de acidentes

Publicado em 30 de agosto de 2022, em Sociedade

O esporte está ficando cada vez mais popular no Japão, pois crianças a idosos podem praticá-lo. Mas, vem aumentando o número de acidentes.

Imagem ilustrativa de pessoas praticando SUP (PxHere)

Um esporte aquático relativamente recente, o SUP, acrônimo de stand up paddleboarding, de origem havaiana, vem ganhando popularidade também no Japão, pela facilidade até para os iniciantes. 

Publicidade

Em contrapartida, aumenta também o número de acidentes, seja no rio ou no mar.

Por volta das 10h30 de domingo (28), 7 pessoas, de ambos os sexos, com idade entre 3 e 47 anos, pediram socorro porque não conseguiam voltar à terra. Estavam a cerca de 1 quilômetro da costa de Akiya, cidade de Yokosuka (Kanagawa).

Esse grupo quis fazer um passeio da praia até Ogashima, quando foi surpreendido por um vento forte, de 10 metros por segundo, além da chuva. Todos foram resgatados com apenas alguns arranhões.

Recentemente, na província de Ishikawa, um homem e uma mulher que estavam pescando usando o SUP foram arrastados para o mar e resgatados. A Guarda Costeira do Japão está pedindo às pessoas que usem coletes salva-vidas.

Acidente fatal com SUP

Em setembro do ano passado, ocorreu um acidente em que uma mulher sobre o SUP morreu pela colisão com um barco de pesca na província de Fukui.

De acordo com a Guarda Costeira do Japão, houve 32 acidentes no Japão em 2019, 66 em 2020 e 68 em 2021. Destes, 90% são os que as pessoas não puderam voltar para a terra firme sozinhas.

Yoshiaki Fukuda, presidente da Japan Stand Up Paddleboard Association, com sede em Yokohama, que está trabalhando para popularizar o SUP, aponta: “Uma das causas dos acidentes é que os iniciantes compram pranchas em lojas online e começam sem receber instruções de um instrutor”

Ele enfatiza a importância de receber instruções, conhecimento e habilidades em escola especializada de SUP

Fontes: Kanagawa Shimbun e Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros