Coolio, rapper de ‘Gangsta’s Paradise’, morre aos 59 anos

O artista foi encontrado inconsciente no chão do banheiro da casa de um amigo em Los Angeles. A causa da morte ainda não foi revelada.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Coolio no Spike TV’s Guys Choice Awards realizado no Sony Pictures Studios em Culver, nos EUA, em 6 de junho de 2015 (banco de imagens)

O rapper dos EUA, Coolio, conhecido pelo icônico hit Gangsta’s Paradise, morreu aos 59 anos.

Publicidade

Seu administrador de longa data, Jarez Posey, disse à mídia dos EUA que o artista foi encontrado inconsciente no chão do banheiro da casa de um amigo em Los Angeles.

Coolio iniciou na música nos anos 1980, mas ele fixou seu lugar na história do hip hop quando gravou Gangsta’s Paradise em 1995.

A causa exata de sua morte na quarta-feira (28) ainda não foi revelada.

Entretanto, Posey disse ao site de entretenimento TMZ, o primeiro a divulgar a notícia, que paramédicos acreditavam que ele pode ter tido uma parada cardíaca.

Coolio, cujo nome real era Artis Leon Ivey Jr., ganhou um Grammy por Gangsta’s Paradise, que fazia parte da trilha sonora do filme Mentes Perigosas estrelando Michelle Pfeiffer.

Até hoje, Gangsta’s Paradise continua sendo ouvida amplamente e acaba de passar de 1 bilhão de reproduções no Spotify, de acordo com seu site oficial.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Restos de elefante de 12 mil anos são encontrados no Chile

Publicado em 29 de setembro de 2022, em Notícias do Mundo

Cientistas descobriram vários restos de um gomphothere, um parente extinto do elefante moderno, que remontam há 12 mil anos perto do Lago Tagua Tagua, no sul do Chile.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Cientistas chilenos levantaram a hipótese de que os gomphotheres, um parente extinto do elefante moderno, vagueavam pelo sul do Chile há milhares de anos e podem ter sido o alvo de grupos de caça por habitantes da região, após uma descoberta recente.

Publicidade

Recentemente, cientistas descobriram vários restos de um gomphothere que remontam há 12 mil anos perto do Lago Tagua Tagua, no sul do Chile.

As criaturas maiores pesavam até 4 toneladas e poderiam chegar a 3 metros, levando cientistas a acreditarem que eles eram o alvo de grupos de caça formado por habitantes na região.

“A hipótese com a que estamos trabalhando é que se trata de eventos de caça e mais caça”, disse Carlos Tornero, um arqueólogo trabalhando no local. “Pensamos assim porque o gomphothere era um animal muito grande e perigoso e a caça provavelmente exigia várias pessoas”.

Os cientistas também dizem que a descoberta também permitirá que eles estudem o impacto humano maior na região e como uma mudança climática afetava os animais na área durante a época.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância