Encontrado um corpo de mulher nua no rio em Nagoia

O corpo foi visto por um universitário que estava praticando remo e chamou a polícia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Polícia no Rio Shonai, onde o corpo foi encontrado (CBC TV)

Por volta das 6h de segunda-feira (26), a polícia foi chamada por um homem que viu um corpo boiando no Rio Shonai, em Nakagawa-ku, cidade de Nagoia (Aichi). 

Publicidade

O homem estava treinando remo por causa de uma atividade universitária quando viu o corpo, cerca de 100 metros da Ponte Daitoro.

Os policiais retiraram o corpo flutuando de bruços, desnudo, de uma mulher. Pela dificuldade de verificar a faixa etária por causa da situação, estima-se idade entre 30 aos 60. O corpo não tinha traumas visíveis e já foi encaminhado para autópsia médico-legal.

Foi aberta investigação sob dois ângulos, tanto de possibilidade de acidente como de ter sido envolvida em algum incidente.

O exame deverá fornecer mais detalhes, como a causa da morte, idade aproximada e meios para identificá-la.   

Fonte: CBC TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Um mês do assassinato da mãe e filha de Osaka e brasileiro ainda não se pronunciou

Publicado em 26 de setembro de 2022, em Sociedade

Uma amiga deu entrevista exclusiva pedindo ao público para não esquecer esse crime.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O brasileiro procurado e as vítimas, esposa e filha (YTV)

No sábado (24) fez um mês que a japonesa Manami Aramaki, 29, e sua filha Lily, de 3 anos, foram encontradas mortas no apartamento onde morava a família, em Sakai (Osaka).

Publicidade

O brasileiro Anderson Robson Barbosa, casado com Manami, fugiu para o Brasil em 22 de agosto, dois dias antes delas serem encontradas assassinadas. É considerado o suspeito, embora ele tenha falado para alguns amigos que foi a esposa quem matou a filha, enquanto estava no banheiro.

A polícia de Sakai acionou a Interpol e ele está na lista vermelha. Supõe-se que esteja em Londrina-PR, mas por enquanto só o seu advogado falou com a imprensa. No começo disse que Anderson faria uma coletiva de imprensa para se explicar mas isso ainda não aconteceu. 

Para que se inicie o dairi shobatsu ou ordem de julgamento por procuração para que o suspeito brasileiro responda criminalmente no Brasil, ainda levará tempo.

Pais da vítima fatal querem ouvi-lo 

Uma amiga próxima de Manami, falou com a YTV de Osaka, a pedido dos pais das vítimas, filha e neta. “Passado um mês, peço que não se esqueçam deste crime”, disse ela.

Segundo essa amiga que preferiu não mostrar o rosto, “Manami queria se divorciar dele. Mas ele teria dito que seria melhor morrer do que fazer isso”.

Disse que como ele ainda não se apresentou o ressentimento só aumenta. “Quero que diga tudo direito, afinal deixou as duas e fugiu. Deve contar tudo franca e abertamente”, disse ela.

Fonte: YTV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância